De olho no Worlds 2018 #1: KaBuM! e-Sports e a busca pelo triunfo brasileiro

A KaBuM! e-Sports fez uma campanha sólida no segundo split do CBLOL e garantiu de cara a sua vaga direta na final, tendo somente que esperar seu adversário que vinha da Escalada. Depois de uma disputada Md5 contra a equipe do Flamengo eSports, o time de Limeira quebrou a expectativa de muitos e por um placar de 3 a 2, garantiu a sua vaga para a tão desejada Fase de Entrada do Mundial.

Os campeões do CBLoL 2018! (Foto: Divulgação/Riot Games)

Mas agora pro papo sério: o que podemos esperar do time brasileiro? Quais são os destaques que devemos ficar de olho?

Quem acompanha um pouco o cenário brasileiro de League of Legends sabe que temos um grande prodígio na KaBuM, sendo até chamado de “filho do brTT“: TitaN. Alexandre Lima dos Santos teve passagens pela mid lane e também atuou como suporte antes de se fixar como ad carry, em maio de 2017. Talvez isso explique a grande versatilidade que o jogador têm na bot lane, quando consegue surpreender os adversários com picks fora do normal, como na segunda partida da final do CBLOL, quando pickou Vel’koz e teve um bom desempenho com o campeão. TitaN é um jogador com mecânica extremamente afiada e reconhecido pela sua agressividade, principalmente durante a lane phase. Falando em estatísticas do segundo split, TitaN ficou em terceiro lugar no quesito “Creep Score” (CS), com uma média de 308,4 de farm por jogo, e em sétimo lugar quando o assunto são abates, com 3,8 por game.

TitaN durante a final do CBLoL (Foto: Divulgação/Riot Games)

Outro grande nome que não pode ficar de fora dos destaques da KaBuM! é seu mid laner, dyNquedo. Matheus Rossini Miranda é relativamente novo no cenário. Tendo jogado pela Operation Kino em 2016, foi bem o suficiente para ser a aposta de jogador do meio na reestruturação da KaBuM! no final de 2017.

dyNquedo é um jogador com uma pool extremamente vasta e não chama muita atenção. Com partidas sólidas até nas derrotas, o mid laner é uma referência na equipe e uma das bases de sustentação das boas campanhas que o time vem tendo desde o primeiro split. Durante a Escalada, Matheus foi escolhido duas vezes como MVP, dividindo o primeiro lugar com micaO e Revolta (que jogaram duas vezes durante os playoffs). No segundo split, teve a terceira maior média em KDA (Kill/Death/Assist), com 5,38.

Mesmo sem muito destaque a fora, dyNquedo é sem dúvidas o melhor mid do Brasil atualmente (Foto: Divulgação/Riot Games)

Talvez o cenário brasileiro não tenha crescido tanto a ponto de ir muito longe no Mundial 2018, mas se os jogadores da KaBuM! mostrarem o que cada um têm de melhor e jogarem de forma correta como uma equipe, utilizando bem das suas individualidades, é possível que vejamos partidas extremamente disputadas contra times considerados “superiores”.

O sorteio dos grupos da Fase de Entrada acontece neste domingo (23) às 09h00 (horário de Brasília).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *