Thronebreaker: Confira o gameplay de inicio do novo jogo de The Witcher baseado em Gwent

Thronebreaker: The Witcher Tales, o novo jogo do universo de The Witcher, vai misturar elementos tradicionais de um RPG com o jogo de cartas Gwent.
O jogo conta a história de Meve, a rainha veterana de guerra dos dois Reinos do Norte: Lyria e Rivia. Com a iminente invasão de Nilfgaard, Meve é forçada a novamente entrar em guerra, partindo para uma jornada sombria de destruição e vingança.
O jogo chega no dia 23 de outubro para PC pela plataforma GOG.com. No PlayStation 4 e no Xbox One, o game será lançado em 4 de dezembro.

Segundo a Projekt Red, Thronebreaker é um “jogo de RPG para um jogador, ambientado no mundo de The Witcher, que combina a exploração narrativa com quebra-cabeças únicos e mecânicas de batalha de cartas
O Multiverso+ conseguiu conversar com Vinicius Junqueira, um dos membros da CD Projekt Red no Brasil e tirou umas duvidas sobre o jogo e o futuro da série The Witcher e o jogo CyberPunk 2077:
Multiverso+: O Thronebreaker, como ele ira influenciar o universo The Witcher? Veremos mais dos reinos do norte e poderemos ver mais do sul? 
Vinicius Junqueira: Bom a ideia em si, do jogo se chamar The Witcher Tales, teremos contos de diversas regiões de The Witcher, estamos agora com a Meve, a rainha de Liria e Rivia e iremos explorar essas terras e tudo mais, teremos narrações com personagens marcantes da saga, se você fizer certo no sistemas de escolhas e consequências, você poderá interagir com Geralt e outros personagens, isso será o que você terá de interação com o que foi abrangido nos jogos da serie. Mas para quem já leu os livros, por exemplo estará mais por dentro da historia do jogo.
Multiverso+: Em relação ao jogo Cyberpunk 2077, poderemos ver um jogo como gwent? vimos que o publico adorou o jogo, e o Cyberpunk ainda vai lançar, mas nós poderemos ver alguma coisa dele no futuro? 
Vinicius Junqueira: Bom, por enquanto não temos nada confirmado para a gente, para termos alguma interação nos títulos, sim somente temos a interação de The Witcher e Gwent, e o Thronebreaker é o grande produto do casamento desse dois jogos, mas em relação ao Cyberpunk não há nada no nosso planejamento em juntar os universos.
Multiverso+: Na sua opinião, daria certo implementar um personagem icônico de The Witcher, em um jogo como o Thronebreaker ?
Vinicius Junqueira: Daria, só que exploramos tão bem a série The Witcher e as expansões, que se a gente fizesse o Thronebreaker para falar novamente do Geralt por exemplo, por mais que fosse legal e o fã ficasse contente, seria como tirar leite de pedra, sabe? Explorar demais um historia que já foi muito bem contada e você tem acesso aos livros e tudo mais, então a gente resolveu explorar um historia nunca antes contada. Então é uma aproximação de universo que todo mundo é apaixonado, mais de uma personagem secundaria, você já ouviu falar da Meve e contos de Liria e Rivia e tudo mais mas você nunca teve um interação com os nosso jogos, com ela ou esses territórios.
CD Projekt confirmou ainda que Gwent vai deixar a sua fase beta e será lançado oficialmente para o PlayStation 4, Xbox One e PC nas mesmas datas que Thronebreaker.

Confira nossa gameplay de 17 minutos de thronebreaker :
[wpvideo YSaynbtX]
 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *