LoL: Riot Games anuncia "All-Star 2018" mais divertido e com interação entre pro players e criadores de conteúdo

Se ver Tyler1 na bancada de casters norte-americana já foi demais, imagine um x1 entre ele e o brTT … ou quem sabe o Uzi?🤔

Após ouvir diversos feedbacks de jogadores e do público, a Riot Games resolveu fazer algumas mudanças que digamos ser “agressivas” no que se diz respeito ao evento “All-Star“. A empresa foca agora em um aumento na diversão e descontração que será proporcionada no evento e para o público que acompanha pelos canais oficiais em streaming.

Digamos que o peso dado ao evento até o ano passado era de total competição, e com isso, consideramos sempre “mais um campeonato”. Em 2017, a final foi entre o time do servidor chinês (LPL) contra o time do servidor de Taiwan/Hong Kong/Macau (LMS), com o “modo tryhard” ativado em ambas equipes, a batalha se arrastou por mais de seis horas de duração.

Neste ano, o evento será realizado entre os dias 6 e 8 de dezembro, em Las Vegas, Nevada. E senhoras e senhores, pela primeira vez a comunidade criadora de conteúdo, sendo assim, streamers, youtubers, cosplayers e outras nuances da comunidade, serão convidados a participar do evento ao lado dos jogadores profissionais. Seguindo os mesmos padrões anteriores, os fãs ainda poderão votar em seus dois jogadores favoritos. Em uma visão geral, participarão 64 jogadores, se tornando a maior edição do All-Star em questão de participantes.

Nunu na Jungle
Imagine o Pato Papão e seu Nunu na jungle com o Yeti boladão gankando o Faker (Foto: Riot Games)

O torneio será um desafio entre os jogadores em torneios beneficentes de dois contra dois, assim como o sistema de rivalidades regionais, entretanto, não deixaremos de sonhar não é mesmo? A lista de eventos será a seguinte:

  • Torneio de um contra um – No maior estilo “vem x1 lixo”- Yasuo mostrando a M7.
  • Torneio de dois contra dois – Um profissional e um criador de conteúdo irão lutar em Howling Abyss pelo prêmio para a caridade.
  • Showmatches Regionais de Rivalidade – Jogadores profissionais e criadores de conteúdo serão jogados em Summoner’s Rift como uma ranqueada no prata. (Imagina Tyler1 vs. Rekkles).
  • Ocidente vs. Oriente – Os jogadores irão sendo trocados entre 3 partidas, para sabermos se o Oriente realmente está à frente de nós, ou é mera sorte de principiante (que dura uns 7 ou 8 anos).
  • Modo Alternativo de equipe – Definitivamente, o que esperávamos, modos de jogo “diferentões” e acima da média serão anunciados logo antes do evento.
Uzi
Uzi aliviado ao não ser cotado para enfrentar Tyler1 (Foto: Riot Games)

Esta nova e maravilhosa sequência animalesca de eventos e torneios certamente integra o espírito dos jogadores dentro do All-Star, fazendo com que esse seja um evento único e mais interessante que os anteriores, de forma a deixar a situação “mais leve” e “mais rápido”. O fato do evento ter sido encurtado para 3 dias também facilita.

O mais divertido até agora, é a visibilidade que a Riot está dando aos criadores de conteúdo e parceiros, mesmo com as polêmicas recentes da Riot Brasil estar contratando criadores sem nenhuma afinidade com o mundo de seu próprio jogo, deixando os verdadeiros parceiros de fora. Será uma ótima chance de misturar jogadores profissionais que sempre estão dispostos a dar tudo de si para melhorar o jogo, e os parceiros, que estão ai sempre para que o jogo fique mais “animado”.

A Riot prometeu novidades em breve no evento, de forma que fãs que acompanharem o All-Star poderão ver previamente os conteúdos novos, ter uma antecipação da Friaca Irada deste ano e diversas outras que serão reveladas posteriormente. Por isso que eu digo, este final de ano, a Riot está cheia de surpresas, e neste caso, todos nós ganhamos.

6 thoughts on “LoL: Riot Games anuncia "All-Star 2018" mais divertido e com interação entre pro players e criadores de conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *