Crítica: Aquaman um dos melhores filmes do DCEU.

2 comentários

O DCEU ou Universo Estendido da DC em português, começou muito bem com o primeiro filme do Superman do Henry Cavill, o melhor filme até aqui, depois teve alguns filmes medianos como o Liga da Justiça e o próprio Batman vs Superman, teve também o esquecível Esquadrão Suicida, além do ótimo Mulher Maravilha, porém ainda está muito distante da qualidade e do reconhecimento de sua maior rival a Marvel e seu MCU (Universo cinematográfico da Marvel).

Tentando correr atrás do prejuízo e com a vantagem de ter todas suas propriedades intelectuais em seu poder, algo que a Disney, detentora da Marvel somente agora começa a conseguir, mas ainda sem os direitos de personagens emblemáticos com o Homem Aranha que pertence a Sony ou Hulk da Universal.aquaman

Tudo seria muito mais fácil para a Warner e sua DC, acertarem a mão e fazerem fortunas nos cinemas, porém até agora vimos a imensa dificuldade da produtora em agradar os fãs.

Com o ultimo lançamento da produtora começamos a ter esperança de mudanças, o Aquaman é um filme extremamente divertido, muito bem produzido e dirigido. Com a condução de James Wan, conhecido por franquias de terror como Jogos Mortais e Invocação do Mal, sobre um roteiro de Will Beall que tomou como base uma história do Geoff Johns e do próprio Wan.

Tem em seu elenco, no papel título o já adorado Jason Momoa, além de contar ainda com Amber Heard, excepcional como Mera, o incrível sempre William Dafoe e seu Nuidis Vulko, Nicole Kidman excelente como Atlanna, a mãe do Aquaman e ainda inacreditavelmente temos o Dolph Lundgren, aquele brutamontes de filmes de ação dos anos 80 e 90 como o rei Nereus e pai da Mera, além de grande elenco.Black-Manta-in-Aquaman

Na trama Aquaman ou Arthur Curry seu nome verdadeiro é filho da rainha de Atlântida, Atlanna com um humano, o faroleiro Thomas Curry, sendo então meio-atlante. Sua mãe tem de voltar para sua cidade para protege-lo, após ele crescer e ter sido ensinado por Vulko como lutar e nadar. Mera vem pedir seu auxílio para ele unir o povo e ser rei no lugar de seu irmão Orm Marius, que deseja uma guerra com o mundo da superfície. Além de Orm, Arthur tem de lidar com o Arraia-Negra, um pirata moderno e seu arsenal.

As atuações do filme estão muito boas, passam credibilidade e tem o toque especial de cada ator, principalmente os principais. Inclusive nas cenas subaquáticas, feitas totalmente em CG. O que leva a analisar os efeitos do filme, que são fantásticos, esse é o típico filme que seria impossível há dez anos atrás, já que boa parte dele passa embaixo da água, com personagens respirando e falando sem respirar. As criaturas marinhas e monstros também estão extremamente bem feitos, dando aquela ideia que nós sequer sabemos o que tem nas profundezas, nos passando uma certa sensação de medo por aquele ser talvez de fato existir.

A trilha sonora empolga, tem momentos bons, mas nenhum marcante, que faça a espinha gelar somente por ouvir, porém cumpre seu papel. Os efeitos sonoros por sua vez estão ótimos, principalmente nas cenas de batalha. A direção é sem dúvidas o ponto alto do filme, as cenas de ação estão praticamente perfeitas, inclusive existindo alguns planos sequencia de tirar o folego, um erro comum em filmes de ação e consequentemente de herói é justamente esse ponto, quando tudo ocorre tão rápido e com tantos cortes, que o espectador se perde e não sabe o que está ocorrendo na tela. Aquaman vai na contramão e o diretor tem o público e suas reações na palma da mão.

O roteiro é bom, porém é um filme solo de um personagem já apresentado, o longa se passa após o que ocorreu em Liga da Justiça, porém isso é apenas mencionado em um momento breve. Logo o Aquaman já está estabelecido nesse Universo, por essa razão seus primeiros anos e descobertas são apenas mostrados para passar um contexto. Isso funcionou bem, o público pode assistir no cinema sem ter assistido nenhum filme do DCEU  com quase nenhuma perda.maxresdefault

A batalha final do longa é extremamente bem feita, com todas as peças se encaixando, apesar de praticamente não ter nenhum plot twist, sendo bem fácil prever os acontecimentos, o filme agrada tanto os fãs dos quadrinhos quanto quem é aficionado  apenas de um cinema sem compromisso.

Aquaman não deve entrar para a história como um dos melhores filmes de herói, é bem possível e todos esperamos que a DC tenha muitos longas ainda melhores, porém é um bom produto, que entrega o que promete, tem cenas muito bem dirigidas, em nenhum momento se compromete e tem excelentes atuações.

Roteiro: 7

Direção: 10

Trilha: 6

Atuações: 9

Efeitos Especiais: 9

 

Anúncios

2 comentários em “Crítica: Aquaman um dos melhores filmes do DCEU.”

  1. Filme infantil não é para adultos. Pura fantasia muito mentiroso. Assisti mas foi uma péssima escolha, se soubesse antes não teria perdido meu tempo vendo algo tão fantasioso fora da realidade. Serve para crianças, talvez para alguns adolescentes bobocas. Puramente vazio. Tipo gibi!

    Curtir

    1. Filmes de super-heróis são naturalmente fantasiosos, ninguém sobreviveria como o Batman na vida real ou você voa como o Superman? Mas isso não tira a graça do filme, muitos filmes mais “adultos” são fantasiosos tipo Mercenários, Mad Max, Rambo, Missão Impossível, 007 entre tantos. Talvez não seja seu gênero de filme, gosto cada um tem o seu, aqui no Multiverso respeitamos todos.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.