Filme A Pedra da Serpente leva ufologia e extraterrestres para os cinemas brasileiros

Nenhum comentário

A cidade de Peruíbe, no litoral sul de São Paulo, é conhecida por aparições de discos voadores e casos de abdução alienígena. Segundo a lenda local, existe um portal de formações rochosas com um desenho que se assemelha a uma serpente, que seria o local em que os extraterrestres chegam ao Planeta Terra. A lenda e o portal são o pano de fundo para a história de “A Pedra da Serpente”, drama de ficção cientifica e terror dirigido por Fernando Sanches.

Tentando esquecer sua recente separação e o trauma causado por um aborto espontâneo, Joana (Claudia Campolina) mergulha no trabalho e em atividades físicas. Mas ao ser forçada a tirar férias, ela decide viajar para Peruíbe e conhece um homem misterioso (Ricardo Gelli) que vira sua vida de cabeça para baixo. No mesmo período, um caiçara não é encontrado pela família e as pessoas passam a relacionar o desaparecimento com uma abdução por seres extraterrestres.

Dividido em cinco capítulos, o longa mostra como a personagem principal se transforma e se envolve com a história do desaparecimento e da ufologia. Além disso, a obra traz o questionamento da personagem acerca da maternidade. Ainda no elenco estão Gilda Nomacce, Antoniela Canto e Johny Klein do canal de youtube UTK.

Baseado em fatos reais, o diretor Fernando Sanches explica que no roteiro a linha entre realidade e ficção é tênue. “O que quero em ‘A Pedra da Serpente’ é discutir o limite entre o mundano e o fantasioso, o real e o imaginário, já que a ideia do filme surgiu de uma lembrança minha de infância, quando vi uma bola enorme luminosa no céu de Peruíbe”.

“A Pedra da Serpente” foi responsável por encerrar o Fantaspoa 2018, em junho, o maior festival de cinema fantástico da América Latina. Filmado em apenas uma semana e com diárias divididas entre São Paulo e o litoral, a produção do longa durou apenas um ano desde a primeira linha escrita no roteiro até a cópia final.

Produzido pela Sinestesia Filmes e Fantaspoa Produções, e com distribuição da Elo Company, “A Pedra da Serpente” estreia dia 14 de fevereiro em 20 salas de 19 cidades do país pelo Projeta às 7, parceria da Cinemark com a Elo Company e que abre uma nova janela para o cinema nacional.

 

SINOPSE

Após ter perdido um bebê nos últimos meses de gestação, Joana tira alguns dias de férias em Peruíbe, uma pequena cidade litorânea conhecida por aparições de discos voadores. Depois de uma noite de sexo casual com um desconhecido, um homem some na cidade. Joana inicia uma estranha relação com Maria, a esposa do homem desaparecido, e se vê envolvida em uma trama sobre uma abdução alienígena.

FICHA TÉCNICA

Diretor: Fernando Sanches

Duração: 78 minutos

Gênero: Ficção científica

Roteirista: Fernando Sanches

Produtora: Sinestesia Filmes

Coprodutora: Fantaspoa Produções

Ano de finalização: 2018

Elenco: Claudia Campolina, Gilda Nomacce, Ricardo Gelli, Johnny Klein, Antoniela Canto, Renata Amaral, Eloisa Yamashita e Fernando Rios

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.