StarSeries i-League Season 7: Entenda o formato e o saiba o que esperar do Brasil na disputa

Acompanhe a cobertura completa: StarSeries i-League Season 7: Guia com times, partidas, resultados, premiação e notícias


Entre os dias 30 de março e 7 de abril acontecerá a sétima temporada da StarSeries i-League, torneio sediado na cidade de Xangai, na China. Nele teremos dois times brasileiros, sendo eles a paiN Gaming e a MIBR. Organizado pela StarLadder e pela ImbaTV, o campeonato é extremamente tradicional, apesar de não ter alguns dos melhores times do mundo nessa edição – caso de Team Liquid e, mais notavelmente, a Astralis, dentre outras. Porém, isso não tira o brilho do torneio, além de possivelmente facilitar o caminho dos brasileiros.

O mapa Cache ainda estará presente nas partidas, contrariando a atualização da Valve lançada ontem. A primeira competição onde veremos times brasileiros jogando competitivamente no mapa Vertigo será a DreamHack Rio, que anunciou hoje que adotará o novo map pool. A cobertura de ambos eventos você acompanha aqui, no Multiverso+.

Formato da competição

O torneio acontece em duas etapas distintas, chamadas Swiss System e Playoffs Stage. Ambas se assemelham às do Major na maneira de serem realizadas, com poucas diferenças.

Na Swiss System, os times primeiramente são separados em dois grandes grupos. De um lado, as equipes convidadas no torneio; do outro, as classificadas para o mesmo. MIBR foi convidada e a paiN se classificou a partir da GAMECON Open 2018, por exemplo. Com essa separação, o primeiro round acontece entre um time classificado contra outro convidado, com os embates sendo sorteados aleatoriamente. Graças a essa separação, os primeiros confrontos dos brasileiros são MIBR x Panda Gaming e paiN x FaZe Clan.

Já no segundo round, se enfrentam os times de mesmo retrospecto. Aqueles que saíram vitoriosos da primeira partida, isso é, estão com retrospecto de 1-0, enfrentarão outro adversário 1-0. Já os derrotados enfrentarão outra equipe derrotada e 0-1 também. Isso segue por todos os cinco possíveis rounds, com todos sempre confrontando oponentes que tenham o mesmo score nas partidas anteriores. As oito equipes que conseguirem três vitórias avançam aos playoffs, enquanto as outras oito saem desclassificadas do torneio. Essa etapa vai do dia 30 de março até 4 de abril.

Já o Playoffs Stage acontece de maneira ainda mais tradicional. Restando apenas oito times, sorteiam-se as chaves, onde as equipes se enfrentam em confrontos eliminatórios nas quartas de final, semi-final e, enfim, a grande final. Essa etapa vai do dia 5 até o dia 7 de abril.

Todos os jogos do torneio acontecem no formato melhor de três, onde se jogam três mapas e quem levar a melhor em dois deles prossegue. A única exceção é a final, que acontece no formato melhor de cinco.

Troféu e logotipo do torneio no palco, similar ao que teremos nessa nova edição (Foto: Reprodução/StarLadder)

Times

Composta por Gabriel “FalleN”, Fernando “Fer”, Marcelo “coldzera”, Epitácio “TACO”, João “Felps” e tendo como técnico o Wilton “zews”, a MIBR chega para esse torneio depois de uma má participação na BLAST Pro Series São Paulo, perdendo todas suas partidas. A expectativa é de que tenham um bom resultado nesse torneio e retomem sua confiança, já que a equipe é uma das maiores favoritas ao título e possui bons valores individuais.

A paiN Gaming, por outro lado, chega mais quieta, sem tantos holofotes. Composta por Vinícios “PKL”, Paulo “land1n”, Alef “tatazin”, Rodrigo “biguzera”, Arthur “f4stzin” e pelo coach Bruno Ono “bruno”, os membros da tradicional organização brasileira não possuem tanta atenção do cenário internacional quanto a MIBR ou outras equipes brasileiras, mas promete não fazer feio. Para isso, terá de superar de cara a FaZe Clan, uma das melhores equipes do mundo e favorita ao título. De boa notícia para a paiN, há o fato de que o AWPer Ladislav “GuardiaN” não conseguiu o visto para a China e não poderá jogar o torneio. Ainda assim, a desfalcada FaZe continua com muita força.

Outras equipes favoritas ao título são a ENCE, Fnatic, BIG, Na’Vi, Ninjas in Pyjamas e NRG. Essas são as equipes que prometem serem as maiores carrascas dos brasileiros nesse torneio devido à relevância de seus nomes no cenário.

MIBR não vem de boas atuações, mas permanece uma das favoritas ao título (Foto: Reprodução/HLTV)

Temporadas

Essa é a sétima temporada do torneio. A última foi vencida pelos finlandeses da ENCE, que levaram o prêmio de $125 mil dólares para casa. Essa competição nunca foi ganha por uma equipe brasileira, com os atuais membros da MIBR tendo chegado no máximo até as quartas-de-final ainda pela SK Gaming. É a chance da paiN e MIBR mudarem esse panorama.

A premiação total foi de $300 mil dólares nos seis primeiros torneios. Para essa sétima edição, o ganho será de $500 mil dólares, com o vencedor levando a bagatela de $250 mil dólares, o dobro do que era anteriormente. Além disso, a competição se chamava StarLadder i-League até sua quinta edição, com a sexta já levando o nome de StarSeries i-League.

1 thought on “StarSeries i-League Season 7: Entenda o formato e o saiba o que esperar do Brasil na disputa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *