CS:GO: MIBR perde e não chega às finais da IEM Sydney

A IEM Sydney 2019 reúne alguns dos melhores times do mundo. Nela, a equipe brasileira da MIBR enfrentou os norte-americanos da Team Liquid, em confronto válido pela semifinais da competição. Em uma melhor de três, os brasileiros escolheram jogar na Mirage, enquanto os Cavalos da Liquid optaram pela Nuke. Overpass foi o mapa restante, que decidiria a série em caso de empate nos outros dois.

Liderados por Gabriel “FalleN”, a MIBR começou bem seu mapa de escolha no lado TR, mas acabaram cedendo a virada rapidamente. Jonathan “EliGe” conseguiu até mesmo um ace, e a primeira metade se encerrou em 9-6 para a Liquid. Com a virada de lados, predominância norte-americana. Os brasileiros até chegaram a esboçar uma reação após bons rounds de Fernando “fer”, mas sem muito resultado. 16-10 para os Cavalos, abrindo vantagem na decisão.

A Nuke é um mapa que a Made in Brazil baniu por muito tempo. A equipe voltou a jogá-lo somente após os retornos de Wilton “zews” e Epitácio “TACO”, ex-integrantes da própria Team Liquid. Com isso, as equipes encararam a partida taticamente de forma similar, e isso foi refletido no placar. Cada equipe venceu seu lado CT por 9-6, resultando num 15-15 e prorrogação, que não deu em um bom final para os brasileiros. No fim, 19-15 para os Cavalos, que avançam à final. A MIBR fica no terceiro lugar, mesma colocação que obteve na BLAST Pro Series Miami, último torneio concluído que foi disputado pelo time de Fallen e cia. Essa é a terceira final em sequência para a Liquid, que carrega o estigma de vice-campeã após ter perdido as finais das duas últimas BLAST Pro Series.

A transmissão das partidas em PT-BR acontece nos canais oficiais da ESL Brasil na Twitch e no YouTube. A IEM Sydney 2019 tem premiação total de $250 mil dólares. Por caírem nas semis, os brasileiros da MIBR levaram $20 mil dólares para casa.

Comentários