PUBG Major: classificatório LATAM começa dia 7 de junho

16 grandes equipes da região da América Latina se enfrentarão neste final de semana pela GLL LATAM Masters Grand Finals, torneio de PUBG Classic. Os dois times de melhor colocação garantirão as duas primeiras vagas para o GLL Grand Slam: PUBG Classic, o Major de PUBG que será sediado na Suécia. A classificatória regional acontecerá entre os dias 7 e 9 de junho, com os jogos começando às 18hrs e sendo disputados online. A transmissão se dará via canais oficiais do PUBG Brasil na Twitch e no YouTube, além do canal da GLL.

Das 16 equipes, 10 são brasileiras, com as restantes sendo da região da América Latina Sul (Argentina, Chile e Uruguai). Para chegarem à essa etapa, as equipes tiveram de obter boas colocações em outros torneios. São, assim, as 10 equipes de melhor colocação na LATAM PUBG Pro Series, os três melhores da 3ª edição da Brasil Premier League e outras três por uma seletiva própria da GLL. Essa classificatória final da América Latina distribuirá US$ 50 mil (R$ 194 mil em conversão direta) em premiação.

PUBG Major
Duas vagas para o Major de PUBG sairão da GLL LATAM Masters (Foto: Divulgação/GLL)

Os jogadores estão confiantes de que o cenário latino-americano está em ascensão e de que os representantes da região no Major farão bonito. É o que demonstra Andrey “and1FPS” Henrique, jogador brasileiro da Brazilian Crusaders. “Este campeonato mostrará bastante a evolução de todos e será muito disputado”, afirma.

Guilherme “Chuckpira” Stolf é jogador da equipe brasileira FURIA Esports e diz acreditar na classificação de sua equipe. “Temos convicção da nossa capacidade para disputar as vagas para o mundial na Suécia. Mesmo sabendo dos desafios que enfrentaremos, acreditamos que nossa experiência e nosso preparo nos darão condições de obtermos bons resultados”, conta o atleta. Ele segue, também aprovando o nível do cenário LATAM. “Não tenho dúvidas do alto nível nesta GLL”.

Head de Esports da GLL, Simon Sundén afirma que independentemente do vencedor a América Latina sairá ganhando. “A América Latina não é só uma das maiores regiões do mundo, mas também está no mesmo patamar ou quase superando outras regiões como a América do Norte em termos de engajamento e quantidade de jogadores competitivos. Nós, da GLL, sempre vimos a América Latina como um cenário que crescerá no PUBG e temos acompanhado um número crescente de jogadores e espectadores”, diz.

Equipes participantes e premiação

Equipes:

  • Brazilian Crusaders (Brasil)
  • Furia eSports (Brasil)
  • Black Dragons e-Sports (Brasil)
  • PRONETAGEM (Brasil)
  • Espada do Rei (Brasil)
  • Bitloft (América Latina Sul)
  • Team Singularity (América Latina Sul)
  • BOSS Esports (Brasil)
  • FK Team (Brasil)
  • Fusion Esports (América Latina Sul)
  • Se tudo der certo! (Brasil)
  • Laranja Mecânica (Brasil)
  • PUGb (Brasil)
  • Piantaos Gaming (América Latina Sul)
  • Team Rune (América Latina Sul)
  • CAPS (América Latina Sul)

Premiação:

1º – US$ 15.000 + vaga no GLL Grand Slam: PUBG Classic
2º – US$ 11.000 + vaga no GLL Grand Slam: PUBG Classic
3º – US$ 8.000
4º – US$ 6.000
5º – US$ 4.000
6º – US$ 3.000
7º – US$ 2.000
8º – US$ 1.000

PUBG Major

Com premiação de US$ 300 mil, o GLL Grand Slam é o segundo major de PUBG da temporada e será realizado em Estocolmo, capital da Suécia, em 19, 20 e 21 de julho. O torneio terá cinco equipes europeias, cinco norte-americanas, três da Oceania e três da América Latina.

O terceiro time latino-americano participante do GLL Grand Slam sairá da 3ª temporada da ESL LA League, marcada para os dias 13, 14, 20, 21, 27 e 28 de junho. Haverá 16 concorrentes e premiação de R$ 20 mil.

Comentários