Democracia em Vertigem estreia 19 de junho, na Netflix

O documentário Democracia em Vertigem terá seu lançamento global na Netflix e em cinemas selecionados no dia 19 de junho. Ele é dirigido por Petra Costa (Elena) e produzido por Joanna Natasegara (Vencedora do Oscar de Melhor Documentário em Curta-Metragem por Os Capacetes Brancos), Shane Boris e Tiago Pavan.

Sobre Democracia em Vertigem

Uma narrativa cautelosa em tempos de crise da democracia – o estopim pessoal e político para explorar um dos mais dramáticos períodos da história do Brasil. Combinando acesso exclusivo a líderes do passado e do presente (incluindo os ex-presidentes Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva) a relatos da biografia complexa de sua própria família, a diretora Petra Costa (Elena) testemunha a ascensão e a queda de políticos e o que restou do país, tragicamente polarizado.

 

Emocionante, não? O que esperar desse documentário? Fala aí nos comentários!

 

Leia mais:

Magic: The Gathering terá série animada na Netflix em 2020

2 thoughts on “Democracia em Vertigem estreia 19 de junho, na Netflix

  1. O que esperar desse documentário… Apenas mentiras envolvendo os ex-presidentes (um bandido preso e os outros “impeachmados”) e também mentiras sobre o atual presidente que ganhou as eleições com o voto da maioria! Na série: “A democracia está desmoronando”. Não, não, é exatamente o contrário! A democracia no Brasil está florescendo! As vontades da maioria da população está se concretizando. O governo atual está atendendo os anseios do povo! O povo não quer socialismo, o povo quer capitalismo em sua plena magnitude. O povo não quer estar desarmado a mercê de bandidos e de um estado ditador como no socialismo, o povo quer poder se defender de bandidos e tiranos! O povo quer leis mais severas contra pessoas de má índole, o pacote anti-crime do Sérgio Moro está atendendo esse anseio! A única democracia que já desmoronou a muito tempo, foi a de Cuba, Venezuela e muitos outros.

    1. Aguarde primeiro antes de criticar, o trailer cita os crimes e acusações do partido, não os sanam disso. A maioria dos brasileiros não possui este pensamento radical e só votaram no atual presidente em repúdio ao PT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *