Rock in Rio 2019: Visitamos a Oi Gameplay Arena.

A GameXP surgiu no Rock in Rio 2017 e ganhou vida própria em 2018, desde então se perguntava: O que veríamos de games eletrônicos no Rock in Rio? Algo a altura do grandioso evento que sozinho levou cerca de 180 mil pessoas à uma versão menor da cidade do rock? A Oi Gameplay Arena By GameXP mostra que sim.

Com cerca de 4.000m² e capacidade para 3300 pessoas, a arena é uma visita necessária dentro do Rock in Rio. Por quê? Atrações que não se vêem em qualquer lugar e capazes de unir toda a família. Feita para todas as faixas etárias, ir ao festival sem passar por lá é quase que um pecado.

Por onde começar?

A atração possui primeiramente uma área externa especial para fotos, nela, ativações do Crash Bandicoot, PES e Fortnite. Além disso, um palco para se dançar Just Dance junto com todo mundo que passar por ali (e arrancar boas risadas). Também é possível ver diversos cosplays andando por perto da arena durante o dia.

Créditos: I Hate Flash

Logo na parte interna você poderá participar de atividades como o jogo The Last Squad – Arkave VR, que te coloca em um jogo de sobrevivência usando realidade virtual, uma experiência que você nunca irá esquecer e que é o futuro dos games.

Opções para todos os gostos.

Também terá uma área de freeplay com várias estações de fliperama, videogames, celulares, telões para jogar mariokart, uma zona para conhecer incríveis jogos desenvolvidos por brasileiros. Mas sem dúvida a parte mais engraçada é: Um labirinto para jogar Pac-man na vida real. Sim, isso mesmo que você leu. Existe também o stand da Descomplica, a gigante da educação, onde, jogando um quiz, você ganha brindes.

Créditos: I Hate Flash

De fato, a Oi Gameplay Arena pode parecer interessante apenas para aqueles que já fazem parte desse mundo, mas, qualquer um que visitá-la, se divertirá facilmente pelo mundo dos jogos. E isso vale para todos os públicos,  desde os fliperamas até os jogos mobile. É possível jogar até o novo COD mobile.

Acompanhe nossa jornada no Rock in Rio aqui.

 

Comentários