Sony aumenta preço dos seus jogos na store brasileira

Na ultima quarta-feira (29) os donos de um PlayStation se depararam com uma surpresa não muito boa: o aumento surpresa do preço de diversos jogos na loja virtual do console da Sony.

Entre os jogos que subiram de preço estão Hellblade: Senua’s Sacrifice (que foi de R$ 91,90 para R$ 124,90), Minecraft (que subiu de R$ 61,50 para R$ 83,50) e Final Fantasy VII (que subiu de R$ 49,90 para R$ 66,50). Não foi revelada uma lista de todos os jogos que subiram de preço na PS Store, mas potencialmente, dezenas (talvez até centenas) de jogos sofreram um reajuste de preço.

A assessoria da empresa confirmou que o aumento ocorreu entre a terça (28) e a quarta (29), como resposta às atuais condições de mercado no Brasil. Apesar de não querer entrar em detalhes sobre o motivo, a empresa confirmou que os novos preços não são temporários, mas sim o valor base que esses jogos terão daqui para frente.

A empresa também confirmou que essa mudança de preços é algo exclusivo para os jogos vendidos digitalmente pela Sony, e não ocorrerá nenhuma mudança de preço nos jogos que são vendidos em mídia física para os diversos varejistas do país. Assim, os títulos que fazem parte da coleção PlayStation Hits (como Uncharted 4, Bloodborne e Horizon Zero Dawn, que possuem preço de venda definido em R$ 79,90), não sofrerão reajuste, já que essa é uma coleção criada com foco na venda de mídias físicas.

A assessoria da empresa também garante que, por enquanto, não há nenhum plano para aumentar também o valor de assinatura da PlayStation Plus, mas não há uma garantia de que esse aumento não possa acontecer em um futuro próximo. Isso porque todos os aumentos de valores da loja (seja do preço dos jogos ou das assinaturas da PS Plus) não são decididos pela equipe brasileira. O último aumento da PS Plus aconteceu em agosto do ano passado, quando as assinaturas sofreram um aumento médio de 20%.

Apesar da Sony se recusar a dar mais detalhes sobre o motivo dos aumentos, um dos possíveis culpados por isso é o câmbio do dólar. Entre janeiro de 2019 e janeiro deste ano, o preço da moeda disparou de R$ 3,65 para R$ 4,22, o que pode ter feito a empresa achar que estava perdendo dinheiro ao vender seus produtos aqui com o preço antigo, já que todo o lucro é contabilizado na moeda americana.

(fonte: CanalTech)

Comentários