Call of Duty: Warzone é bom mesmo?

E mais uma vez o jogo Call Of Duty entra no mundo dos battle royalle com muitas novidades. Mas o que Warzone tem de bom?

CoD : Warzone
Com um mapa enorme o novo battle royalle de Call of Duty chegou com muitas novidades.

Vamos começar com o básico. O jogo tem muitas coisas que ajudam a diferencia-lo dos outros jogos. A economia dentro do próprio game faz os jogadores batalhem para terem seus itens aprimorados, seja por dinheiro ou looting. Este é bem grande, com muitos itens que  fazem até mesmo escolher uma rota de “evolução” para o seu personagem.

A Activision, desenvolvedora do jogo, é muito mais focada em tiroteio e isso é diferente de muitos jogos onde se fica no looting por muito tempo e deixa o game monótono pela falta de lutas.

Uma das estrelas desse battle royalle é o “GULAG” (prisão) que basicamente é quando você é morto no jogo é enviado para lá automaticamente e para poder voltar ao jogo é preciso ganhar um X1 contra alguém. O vencedor tem seu retorno garantido para mais uma tentativa de vitória no battel royalle.

O mapa do modo Battle Royale é gigante
O mapa do modo Battle Royale é gigante

CoD Warzone é o maior de todos os battle royale já lançado. São 150 jogadores participando ao mesmo tempo. Este battle royale chegou de forma inesperada, mas com muitas novidades e virou sensação nesse pouco período desde que foi lançado.

Call Of Duty: Warzone é um jogo rápido e com aspectos peculiares. Definitivamente é uma boa pedida para esses tempos em casa, durante a quarentena do coronavírus (COVID-19).

Para ficar sempre por dentro de todas as novidades de jogos, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ também nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter.

Leia também:

Plague Inc. vai ganhar modo de combate à pandemia

LoL: Doublelift atinge a marca dos 1.500 abates na LCS

CS:GO: Adiamento da ESL One Rio repercute entre as equipes e jogadores

 

Comentários