Fisioterapia nos esports: Diferença de lesões de cada modalidade

Antes de entrar na área de fisioterapia de esports em 2016, eu pensava que a maioria dos atletas só tinha como queixa principal, dor no punho, devido a longos períodos de movimentos repetitivos e intensos. Porém, agora em 2020, eu tenho uma visão totalmente diferente após trabalhar com organizações de esports de diferentes modalidades: League of Legends, Counter-Strike: Global Offensive, Rainbow Six, Fortnite e Free Fire.

Em um levantamento epidemiológico que eu fiz durante esses 3 anos atuando em times de esports, disponho dados interessantes em relação ao ranking das queixas de dores dos atletas e que a principal queixa muda para cada modalidade.

Fisioterapia nos esports

Principais dores de cada modalidade

Coluna lombar, coluna cervical e fadiga ocular são unanimes, em todas as modalidades que eu atendi os atletas relataram incomodo nessas regiões do corpo. As demais dores variam de acordo com o jogo. Por conta disso, vou listar as que são particulares de cada modalidade:

  • MOBA: punho, dedos (indicador e médio da mão direita) e ombros
  • FPS: punho, ombro e cotovelo
  • Mobile: dedo polegar, punho, cotovelo e ombro
  • Battle royale de PC (Fornite): punho, dedos (principalmente da mão esquerda), cotovelo e ombros
  • Joystick: dedos, punho, cotovelo e ombros

Atleta PC x Atleta Mobile

Assim, percebe-se que há uma diferença significativa entre atletas de modalidade de PC e atletas de mobile. A maior distinção entre eles é a postura. Os atletas de PC, além de ter uma tela maior, têm a possibilidade de ajustar a altura do monitor e fazer os ajustes na cadeira gamer.

Já os atletas de mobile, por causa da tela do celular ser bem menor, precisam ficar com a tela mais perto do olho e precisam ficar segurando o celular por horas e horas, já que em campeonatos não é permitido nenhum periférico.

Assim, a coluna cervical de um jogador de mobile tem uma sobrecarga por causa da inclinação da cabeça, sobrecarregando também ombros, cotovelos, punho e dedos pelo esforço de segurar o aparelho por muito tempo na mesma posição.

Como prevenir lesões

Por isso é muito importante para o jogador de mobile fazer alongamentos e aquecimentos antes dos treinos e saber sentar em uma postura adequada: os pés apoiados no chão, joelhos flexionados a 90 graus, lombar apoiada (se precisar, utilizar um apoio de lombar), cervical apoiada (utilizar uma almofada para apoio da cervical), não deixar os ombros elevados, procurar manter o pescoço ereto, trazendo a tela do celular para a altura dos olhos e não ao contrário.

Já para os atletas que jogam em PC, a postura adequada seria: pés apoiados no chão, joelhos a 90 graus, coluna lombar bem apoiada, cotovelo a 90 graus, altura do apoiador do antebraço alinhada com o tampo da mesa, mão alinhada com o antebraço, mantendo uma distância de 65 a 75 cm dos olhos até a tela do monitor e os olhos alinhados com o topo da tela do monitor ou até 3 dedos abaixo do topo da tela.

Coluna Fisioterapia nos esports

Este é o primeiro de uma série de textos da minha nova coluna, irei trazer conteúdos sobre prevenção, ergonomia, lesões, aumento de desempenho.

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter.

Leia também:

CS:GO: Gaules bate o recorde de 393 mil espectadores simultâneos

CS:GO: EG vence a MIBR e é campeã da BLAST Premier americana

CBLoL 2020: Fla vence sua terceira seguida e paiN atropela FURIA

Comentários