Free Fire: Olimpíadas chegam ao jogo com evento “Freefíadas”

Apesar do adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para o ano que vem, os jogadores de Free Fire sentirão o espírito olímpico através da sua própria versão das Olimpíadas dentro do jogo: as Freefíadas.

Símbolo das Freefíadas em amarelo, com uma coroa de louros atrás
Reprodução: Free Fire BR/Instagram

Começando neste sábado (27), o evento terá 16 modalidades, cada uma com suas próprias regras, e contará com 16 “delegações” competindo por medalhas.

As delegações nacionais serão substituídas por 16 guildas, cada uma podendo ter entre 16 e 48 participantes, de acordo com a modalidade. Não necessariamente todas as delegações competirão em todas as modalidades, mas a proposta é que o máximo de jogadores participe do evento.

As Freefíadas também vão contar com seu próprio mascote, que terá o nome escolhido pela comunidade através de votação no Instagram oficial do game. Algumas das opções são Firezinho, Freefito, Freefo e Rajadinha.

Mascote das Freefíadas, evento do Free Fire.
Reprodução: Free Fire BR/Instagram

Com direito a medalhas, cerimônia de abertura e encerramento, as Freefíadas acontecerão nos fins de semana dos dias 27 e 28 de junho, e 3 e 4 de julho. A transmissão será feita pelo YouTube e BOOYAH!, plataforma de streaming da Garena, a partir das 13h.

As modalidades disputadas serão:
  • Só Granadas
  • Abate VIP
  • Corrida com Obstáculos
  • Só Sniper
  • X-Clock
  • Busca por Kills
  • Só Soco
  • Abate Logo
  • Só Última Safe
  • Pega Pega
  • Time Completo
  • Maratona: Maior Distância
  • CS Modo Locão
  • Lançamento de Prancha
  • Triatlo
  • Só Um Atira.
Veja abaixo a lista de guildas confirmadas:

Mais informações, como as regras de cada modalidade, podem ser encontradas nas redes da Garena.

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, filmes, música e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter.

Leia também:

Valorant: Athletico Paranaense lança seletiva para time

Fisioterapia nos esports: Diferença de lesões de cada modalidade

Exército Brasileiro produzirá jogo de tiro em primeira pessoa

Comentários