Justice Con: Tudo o que rolou no primeiro dia de evento

Hoje (25) tivemos o primeiro dia da Justice Con, evento paralelo criado por entusiastas e muitos fás da DC.

Ao total foram 6 painéis com algumas entrevistas com atores do filme Liga da Justiça e com o ultimo sendo o próprio Zack Snyder falando um pouco do seu “snydercut” e qual a mudança que ele pode fazer com os filmes da DC.

Sobre os Paineis:

Começamos com o painel “Introduction to Justice Con” onde foi falado um pouco do porque do evento e como foi possível de ser feito. Esse painel em si foi somente uma introdução do que estava por vir.

O Segundo painel foi o com Todd Richheimer a conversa com o fundador da “Ink To The People”.

O movimento #ReleaseTheSnyderCut trabalha com o Ink To The People há quase dois anos, criando vários designs de camisetas para arrecadar fundos para o AFSP (Fundação Americana para Prevenção do Suicídio). Um dos fatos mencionados por eles foi que toda a venda de camisetas e outras peças de vestuário por essa empresa contribuiu com aproximadamente US $ 130 mil para o total de mais de US $ 200 mil em doações para a AFSP.

Logo após tivemos o painel com Ashly Alberto e Doreen Marshal participantes e fundadores da AFSP. O trabalho de caridade tem sido bastante importante e uma parte vital do movimento #ReleaseTheSnyderCut e, neste painel, foi discutido o impacto da tragedia que abalou a família de Zack Snyder e como isso pode ser trabalhado para ajudar mais pessoas.

Os painéis mais “quentes” da Con

Outros painéis com Ray Fisher e Ray Porter, os 2 paineis mais “quentes” do dia.

Ray Fisher falou muito de suas desavenças com tudo o que foi feito com o filme, e sobretudo com o diretor Joss Whedon. Ray e Jay foram categóricos ao falar que há mais coisas sobre Joss que muitas pessoas ainda escondem, e que ainda estão com medo de revelar; mas também disseram que se uma união for feita muita coisa pode mudar.

No restante dos paines Jay falou um pouco de como foi ser Darkseid e de que ainda está no papel já que o snydercut irá mudar muita coisa dos filmes que ainda estão por vir para a DC.

Jay Oliva, responsável pelo storyboard de liga da justiça, veio logo em seguida falar um pouco de seu trabalho com Snyder: “eu trabalhei com muitos diretores e Zack é, de longe, um dos melhores diretores com quem trabalhei. Sempre que ele precisa de mim, eu fico “Claro!”. Por essa coisa do Snyder Cut e as pessoas, sabe. As vezes eu ficava no Twitter e via as pessoas postando coisas como “ele(o Snyder Cut) não existe” e eu ficava “Bem… eu trabalhei muito naquilo”.

Zack Snyder e seu painel.

E como o ultimo painel do primeiro dia, Zack Snyder falou mais um pouco sobre o seu filme e o que ainda esta por vir. Respondendo a perguntas das apresentadoras e alguns fãs, Zack revelou que o filme será completamente diferente da versão que foi para o cinema. E que a reação das pessoas será melhor quando o seu filme ir ao ar.

Estou ansioso com o filme, ele vai ser do jeito que eu queria e ninguém vai mudar nada. Só esse fato é algo que eu já estou ansioso e bem animado” Afirmou o diretor.

O melhor momento do painel online certamente foi o de mais um trecho do corte sendo revelado, mostrando o uniforme preto de Superman e levando os fãs ao delírio.

A organização

Esse foi o primeiro dia da Justice Con e no total o evento foi relativamente fraco e muito desordenado. Inegavelmente o evento ser feito “em cima da hora” pesou bastante, pois foi notada um pouco a falta de coordenação entre todas as apresentações e a falta de objetividade de tudo que foi feito.

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter.

Leia também:
SDCC 2020: The living dead, uma homenagem a George A. Romero
SDCC 2020: É anunciada a produção de toda a saga de O Príncipe Dragão pela Netflix
SDCC 2020: Como foi o painel da Crunchyroll

 

Comentários