Crítica: POWER, o novo sucesso da NETFLIX

O novo filme de ação POWER (Project:POWER) é mais um dos lançamentos de agosto da plataforma de streaming NETFLIX.

E ele chega em cima de algumas comparações com a série The Boyz da sua concorrente Amazon. Vamos falar um pouquinho sobre isso (sem spoilers, claro!).

O elenco do filme

A produção conta com os nomes de Jamie Foxx (Art), Joseph Gordon-Levitt (Frank), Dominique Fishback (Robin) e Rodrigo Santoro (Biggie). Na produção temos Henry Joost (Catfish), Ariel Schulman (Atividade Paranormal 3) e com o roteiro do iniciante Mattson Tomlin.

Mas e aí, conta do filme! Ele é igual a The Boyz?

Bem  vamos lá, a trama do filme gira em torno de uma droga chamada POWER. Com ela os seres humanos transcendem seus limites durante 5 minutos ganhando certos tipos de poderes, com isso a cidade de Nova Orleans (lugar onde se passa o filme) começa a ver seu índice de criminalidade subir muito e a polícia não consegue entender como isso está acontecendo.

Nesse contexto somos apresentados a Frank, um policial que está disposto a fazer de tudo para descobrir e parar isso.

Outro personagem apresentado é Art, um militar completamente misterioso em uma busca pessoal que é apresentado em um outro momento do filme. Ele tem claramente uma motivação muito diferente de Frank, meio que não ligando pra nada que o policial quer ou faz.

Todo esse contexto é sempre retratado pelos olhos e ações de Robin, a personagem principal aqui. E nisso que o filme peca um pouco, pois ela em um momento do filme é literalmente “largada”, voltando depois a integrar o trio de heróis.

É neste momento em relação aos poderes que o filme acabou sendo igualado a The Boyz, e já falo que ao meu ver o filme não tem nada parecido com a série. É uma pegada completamente diferente e eu acho a comparação bastante injusta até, cada um tem seu mérito.

Afinal, ele é bom e merece estar em TOP 1 da Netflix?

Surpreendentemente o filme vale estar em top 1 sim. Ele tem alguns erros e não é a maior obra prima de todos os tempo, mas tem seus méritos, entrega tudo o que você quer ver e não chega a ser pesado, então se você quer um filme de ação legal e sem muito compromisso? Vai sem medo e veja POWER!

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter.

Leia também:

3%: Temporada Final – Crítica

Circuitão: RED Kalunga é a campeã do Desafiante

Drake lança single “Laugh Now Cry Later” e confirma novo álbum

Comentários