Mos Eisley: a Perfect Star Wars Story?

Pessoalmente eu não gosto muito de rumores. Mesmo que alguns deles acabaram se mostrando certos, rumores são extremamente prejudiciais ao andamento de filmes e inclusive ditam algumas tendências entre a relação fã e filme. Nada saudável.
Mas veja só, vou falar de um rumor que teria me deixado feliz se fosse realizado em curto tempo. Esta semana falou-se que a Lucasfilm estaria colocando em seus planos um filme de Mos Eisley que, segundo Obi-Wan, “você nunca vai encontrar um lugar tão cheio de escória e vilania” como esse em Tatooine.

CIDADE
A cidade de Mos Eisley

O fato é: a Disney já informou que todas as produções dos “A Star Wars Story” estão pausadas por um tempo devido ao fracasso de bilheteria que Solo teve. Uma triste notícia para quem estava esperando um filme do Obi-Wan ou, assim como eu, poderia ter se animado com um filme sobre Mos Eisley.
Mas por quê Mos Eisley poderia ser um bom filme? Bom, vamos pensar um pouco no que Star Wars faz de melhor: contar ótimas histórias em uma galáxia muito distante. E por histórias eu estou falando de muita, muita coisa. Para quem não está acostumado com universo expandido de StarWars pode ser um conceito um pouco difícil de pegar: a galáxia não gira (licença poética) ao redor da Força, apesar dela penetrar e envolver todas as coisas vivas.
Mandalorianos, sejam caçadores de recompensa ou não, Povo da Areia, Alienígenas das pontas das orlas exteriores da galáxia, Jedi caídos escondidos, pessoas tentando esquecer um dia de trabalho difícil nas fazendas de humidade, todo tipo de história pode se reunir em uma cidade como essa.
6-Secrets-of-the-Cantina-NO-LOGO-2400x1200
Se colocarmos nesse “baldinho” as fórmulas de sucesso que Rogue One trouxe, podemos falar sobre uma nova história sendo contada. Um dos meus problemas com Solo é a tentativa de recontar alguns pontos que já estavam estabelecidos mudando ou narrando eles pela raiz. Rogue One pega a raiz de uma história nada estabelecida e a usa de forma magistral para até cobrir uma das maiores dúvidas de StarWars: como construir uma arma deste tamanho com uma falha dessas?
Usar fórmulas as vezes se torna necessário, especialmente em StarWars que já tem um universo inteiro estabelecido, mas me brilha os olhos pensar em toda a diversidade de histórias que ainda podemos, deveremos e talvez conheceremos. Falar sobre Boba Fett, ObiWan, ou qualquer outro personagem conhecido, seria mágico, especialmente os intervalos que não conhecemos sobre a vida deles, mas ainda assim me falta algo.
Até pouco tempo atrás (ainda continuando no coração de muitos) a catarse para o filme do Obi-wan se tornou mais interessante e discutida ainda do que o já lançado Solo. Isso é prejudicial. Isso limita as ações do estúdio. Isso limita tudo que podemos conhecer.
A atitude da Disney e da Lucasfilm em pausar as operações dos filmes “a Star Wars Story” foi extremamente acertada, eles inda precisam lidar com as novas trilogias, mas que eu daria uns bons pulos em um anúncio do filme de Mos Eisley eu daria.

Comentários