Elite: Crítica do curta de Nádia e Guzmán

ATENÇÃO: CONTÉM SPOILERS!

Seguindo a sequência de curtas de Elite que serão lançados durante essa semana na Netflix, nesta terça-feira(15) foi a vez de Guzmán (Miguel Bernardeau) e Nádia (Mina El Hammani).

O curta começa com Omar(Omar Ayuso) telefonando para Nádia para comfirmar sua presença no casamento de sua irmã mais velha, porém Nádia conta para o irmão que não gostaria de voltar para seu país por conta de Guzmán.

Para convencer sua irmã a ir ao casamento, Omar propõe a Guzmán uma viagem com os amigo para Normandia, na tentativa de mantê-lo afastado da cidade enquanto Nádia vem para o casamento. Mas o plano vai por água a baixo quando Guzman conta que fará uma supresa para Nádia, indo até sua faculdade em Nova York para visitá-la, fazendo com que Omar tenha que contar sobre os planos da irmã de voltar para casa.

Sabendo disso Guzmán confronta Nádia, que explica que tem medo de voltar a cidade e se encontrar com ele e não conseguir voltar para a faculdade e ficar distante dele novamente. Sendo compreensivo com a namorada, ele se compromete a não se encontrar com ela durante sua volta para casa.

Chegando ao casamento, Nádia tem uma conversa com seus irmãos, que a convencem a se encontrar com o namorado mesmo que isso acabe resultando no fim do relacionamento dos dois.

Depois de se encontrarem Nádia sugere que os dois tenham um encontro mediano, para que ela não sinta tanta saudade depois que for embora, porém Guzmán não concorda muito com a idéia e os dois começam a discutir a relação.

Após a discussão, os dois se entendem e se comprometem a dar continuidade ao relacionamento à distância, mesmo com as dificuldades e empecilhos enfrentados por eles até ali.

Impressões sobre o curta

Diferente do primeiro curta, a história de Guzmán e Nádia trás um clima mais melancólico e agridoce, já que apesar de os personagens terem seguido com a relação, fica claro que o relacionamento a distância não está funcionando para o casal.

A relação do dois não possui muita diferença da apresentada na série, já que por conta das personalidades extremamente diferentes, Nádia e Guzmán continuam a entrar em conflito diversas vezes ao longo da história, o que acaba tornando a história um pouco cansativa de acompanhar.

Os desentendimentos do casal podem causar frustração em alguns fãs, que esperavam ver os dois finalmente juntos como um casal já que a união só acontece no fim da terceira temporada.

A impressão que o curta deixa é de que talvez a história se trate do princípio de um futuro termino, já que algumas cenas do trailer da nova temporada mostram que Guzmán terá um envolvimento com Ari (Carla Díaz), uma aluna recém chegada em Las Encinas.

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter.

Leia também:
Elite: Confira primeiro curta da sequência
Sem Maturidade Para Isso: Crítica das temporadas
As Meninas Superpoderosas: piloto é rejeitado e será refilmado

 

Comentários