Black Dragons vence a C.O.P.A. Free Fire

A primeira C.O.P.A. Free Fire teve sua grande final no último domingo (19). A Black Dragons saiu vitoriosa com 309 pontos e garantiu assim R$ 30 mil de premiação. A paiN Gaming terminou a competição em segundo lugar, levando R$ 20 mil para casa, e a RED Kalunga ficou em terceiro, conquistando assim R$ 10 mil.

A Black Dragons apresentou alto nível desde o primeiro dia de finais, mesmo não tendo conquistado um BOOYAH. No segundo e último dia, a BD venceu duas das quedas e tirou pontos importantes de sua adversária paiN. A Black Dragons apresentou uma performance superior às demais em todas as seis quedas do dia. Sempre finalizando ao menos no top 3.

O jogador com mais abates na competição foi Geerty, da paiN Gaming, com um total de 125 eliminações. Saiba mais sobre o último dia de competição clicando aqui.

C.O.P.A. Free Fire

A competição contou com 18 equipes participantes, as melhores da categoria em um total de 72 quedas na etapa classificatória e mais 12 quedas na fase final, dividida em dois dias.

C.O.P.A. Free Fire teve pico de audiência de 570 mil visualizações pelo YouTube e a BOOYAH!, plataforma de streaming da Garena.

BD, paiN, RED, INTZ, B4 e GOD Esports foram os seis primeiros colocados e assim conquistaram vaga para representar o Brasil no Gigantes Free Fire, torneio sul-americano que se inicia no dia 1º de agosto. As equipes enfrentarão os seis melhores colocados da Free Fire League (FFL), competição latino-americana do Battle Royale. Em busca do título campeão do continente, os 12 times competirão por seis rodadas em três mapas: Bermuda, Purgatório e Kalahari.

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter.

Leia também:

Gamers Club ULTIMATE: Torneio de Valorant chega ao fim

CBLoL 2020: Fla e PRG garantem vitórias importantes

CS:GO: Redemption Neverest anuncia elenco de parceria

Comentários

Clarissa Montalvão

Formada em Comunicação Social pela UFRJ. Pode me chamar de Cla ou Clari. Estou sempre de olho no mundo dos esports para trazer o melhor conteúdo para vocês. E adoro maratonar séries e filmes nas horas vagas! Então podem esperar algumas críticas de produtos audiovisuais bem mainstream por aqui também.