CBLoL 2020: INTZ fala sobre vitória do torneio e expectativas para Mundial

Após a vitória do 2º split do Campeonato Brasileiro de League of Legends 2020 (CBLoL), os jogadores da INTZ realizaram uma coletiva de empresa, onde falaram um pouco de como será representar o Brasil mais uma vez no Mundial de League of Legends e responderam algumas outras perguntas interessantes, que você pode conferir abaixo.

É um sentimento totalmente… Eu estou pleno. Muito bom estar aqui de novo, muito bom erguer a taça e foi um baita presente de aniversario!“, comemorou micaO. Com esta vitória, o jogador faturou o quarto CBLoL de sua carreira, todos com a camisa da INTZ. Quanto a menção ao aniversário, micaO completou 24 anos no dia da final.

Coletiva de imprensa

Sobre os drafts das partidas e alguns picks diferentes por parte da paiN:

Eles tentaram usar o meta e isso foi muito perigoso para eles, pois não adianta jogar assim. Aqui na serie é diferente e vimos que eles estavam jogando com isso na soloQ. A leitura contra eles foi tranquila. Tanto que depois eles tentaram jogar com outras coisas no terceiro jogo”, comentou o coach Maestro.

Sobre a questão dos treinos para os jogos da série:

“Treinamos mais a questão do mid side. O time da paiN só estava fazendo uma coisa e já sabíamos o que fazer acabando com aquilo. Foi assim que aconteceu. Neutralizamos a pessoa em foco e o time foi ótimo em manter esse foco por tanto tempo”, revelou Maestro.

Momento farpas

Além disso, em certo momento da coletiva aconteceu um momento de “farpas”. Ao ser perguntado sobre a série da final, Redbert falou: “Não adianta se declarar o melhor suporte do Brasil se você nunca teve um título pra provar isso“. Um comentário direcionado a Esa, que comentou recentemente acreditar que merecia ir para o Mundial por ser o melhor suporte do Brasil neste último split, sendo que o título foi autoproclamado.

Em relação a performance fora do nosso país e no que pode ser feito para melhorar o seu desempenho, os intrépidos foram unanimes:

Precisamos de treinos e vamos focar nisso. Temos chances reais de passar de fase neste Mundial e não repetir aquela performance do meio de ano de 2019, que muita gente até hoje não esquece“, afirmou Envy relembrando o MSI de 2019 considerado por muitos a pior performance brasileira internacionalmente.

Em relação ao Mundial, os repórteres perguntaram sobre como está o ânimo da equipe e se o time já tem algum favorito para pegar na fase de entrada:

“Não temos um time “fácil” ou favorito para pegar. O Mundial é completamente diferente e já sabemos disso, mas vou logo falando que não temos que ter medo de ninguém. Eles que têm que vir pra cima da gente pra tentar ganhar também”, afirmou o top laner Tay com um tom de igualdade e sem pestanejar.

Histórico da INTZ

Com a conquista da vitória do 2º split do CBLoL 2020, a INTZ voltou a se isolar como a maior vencedora de títulos do torneio. Dos cinco troféus da organização no campeonato, três foram na Era Exódia (2015/1º Split, 2016/1º Split e 2016/2º Split) e dois mais recentemente (2019/1ª Split e 2020/2º Split). Nessa corrida, a equipe deixou a KaBuM (quatro títulos) para trás.

Worlds 2020

Como campeã do CBLoL, a INTZ será a representante do Brasil no Worlds 2020, o Mundial de LoL. A competição mais importante do ano será realizada entre os dias 25 de setembro e 31 de outubro, em Xangai, na China. Os Intrépidos começarão a caminhada a partir da Fase de Entrada, espécie de fase preliminar do torneio, em que também estarão outros times de regiões menores – América Latina (LLA), CEI (LCL), Japão (JPL), Oceânia (OPL), Turquia (TCL) e Taiwan/Hong Kong/Macau/Sudeste Asiático (PCS) – e alguns piores colocados de ligas mais fortes – América do Norte (LCS), China (LPL) e Europa (LEC).

 

A equipe do Multiverso+ deseja sorte aos nossos representantes brasileiros.

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter.

Leia também:

Dota 2: Havan Liberty realiza mudanças no time

#VCRX Saiba tudo sobre o evento Online da Crunchyroll

Racismo e Intolerância no Carnaval Carioca

Comentários