CBLOL 2022: paiN rebate declaração de Robo | Multiverso+

CBLOL 2022: paiN rebate declaração de Robo

Após o anúncio de Leonardo “Robo” sobre a sua não renovação de contrato com a paiN Gaming, a organização fez um pronunciamento sobre o caso. O jogador apontou que a diretoria da organização não o liberou, por escrito, para negociar com outras organizações internacionais, como desejava.

Em comunicado, a paiN reforçou que houve sim uma liberação verbal do jogador e que “sempre apoiou o desenvolvimento do cenário e de seus atletas, seja a nível nacional ou internacional”. A organização também afirmou que o pedido de formalização por escrito só veio em 3 de novembro, entretanto se dispôs a realizar um novo contrato, uma cláusula de saída imediata, sem multa, se houvesse proposta do exterior. 

Confira abaixo o comunicado completo da paiN Gaming:

A paiN Gaming reforça que sempre apoiou o desenvolvimento do cenário e de seus atletas, seja a nível nacional ou internacional. Somos uma das associações que mais investem na modalidade no país. No caso do ex-jogador Robo, houve uma liberação verbal antes do Bootcamp e, em 3 de novembro de 2021, quando o atleta já havia retornado de viagem, um pedido de formalização para que ele pudesse negociar com as vezes do exterior. O SLA do departamento jurídico para confecção deste tipo de documento é de 14 dias, o contrato do jogador terminaria dia 15 de novembro de 2021.

O contrato de renovação estava endereçado antes da realização do Bootcamp, que tinha como objetivo aproximar o atleta de associações estrangeiras, algo que a paiN Gaming não se opôs. Foi apresentado ao ex-jogador que uma cláusula de saída imediata e sem multa, em caso de proposta do exterior, poderia ser incluída no documento, mesmo assim o talento decidido por não assinar. Também é importante salientar que as janelas de transferência de League of Legends se encerram de dezembro de 2021 à data de janeiro de 2022, como por exemplo da LEC.

Em suas redes sociais, o jogador anunciou a sua não renovação com a paiN, agradecendo à staff e à torcida, juntamente com um agradecimento aos fundadores da paiN. Robo relatou que sempre teve o sonho de jogar no exterior e representar o país, porém, no Brasil, queria continuar jogando pela paiN.

Entretanto, Robo também relatou que não teve nenhum retorno ao pedido de uma liberação por escrito vindo da paiN. Devido aos “eventos recentes” o jogador então optou por não renovar contrato com a organização, que expirou na última segunda-feira, 15 de novembro. Confira a declaração completa do jogador clicando aqui.

Robo assinou contrato com a paiN em maio de 2020, levando a organização a conquistar o vice do 2º Split do Campeonato Brasileiro (CBLOL) de 2020, o título do 1º Split do CBLOL 2021, levando o time para o MSI 2021 e também ajudou o time a chegar às semifinais do 2º Split do CBLOL 2021.

 

paiN Gaming vence a Wildcats em sua estréia no MSI 2021 | Reprodução/Riot Games
paiN Gaming vence a Wildcats em sua estréia no MSI 2021 | Reprodução/Riot Games

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Leia também:

Dota 2: SG anuncia nova equipe

CS:GO: Los Grandes anuncia line-up na modalidade

VALORANT: Team Vikings fará bootcamp na Espanha

Comentários

Estudante de jornalismo apaixonado por League of Legends e seu competitivo. Gosto de games, esports e também de contar histórias. Além disso, também gosto de aprender e tentar entender os mais profundos anseios e questionamentos humanos.

Lucas Lopes

Estudante de jornalismo apaixonado por League of Legends e seu competitivo. Gosto de games, esports e também de contar histórias. Além disso, também gosto de aprender e tentar entender os mais profundos anseios e questionamentos humanos.