CBLoL: Em crise, Fla perde mais uma; Keyd quebra série de vitórias da Pain

Tava com saudade do CBLoL, né minha filha? Mais um sábado e mais uma série de incríveis disputas. Confira abaixo como foram os jogos de hoje!

Santos x INTZ

O dia começou com uma estranha novidade logo na primeira partida entre Santos e os Intrépidos: Hyoga foi substituído sem nota oficial da organização e Rainbow foi para a selva. Jackpot foi para o mid e tivemos a estréia de Aryze na top lane. Contudo, mesmo com a substituição, a equipe da Vila já vinha mostrando uma queda de desempenho e os torcedores, que já estavam receosos, ficaram mais preocupados.

Portanto, olhos todos voltados para o top logo no início. Rainbow gankou a lane e finalmente a equipe garantiu o seu primeiro first blood da competição, que ficou nas mãos de Aryze. Mesmo com o bom early game, não foi o suficiente para bater de frente com uma INTZ que, seguindo a tradição, vem numa crescente gigante nas etapas finais do CBLoL. Enquanto o Santos garantia abates para Rainbow (Trundle) e Aryze, os Intrépidos garantiam objetivos importantes nos momentos certos.

Aos 14 minutos, o first brick no top. Aos 24, a alma do Dragão das Nuvens. Barão aos 26. Isso tudo, somado à uma atuação criminosa de Jackpot (Akali) e uma equipe do Santos perdida em Summoners Rift, garantiu uma vitória sem muitas emoções. Enquanto de um lado temos Shini (Graves), escolhido o MVP com um KDA de 6/2/13, o ponto negativo, por incrível que pareça, não foi o novato Aryze, mas o coreano Jackpot, que terminou o jogo 2/8/2.

 

Fla x PRG

Na segunda partida tivemos Flamengo contra Prodigy. De um lado, um Flamengo que está passando pelo seu pior momento desde sempre e a um passo de uma crise. Do outro, uma Prodigy que já mostrou que consegue fazer partidas sólidas, mas a instabilidade é o maior inimigo do time.

O grande ponto alto da partida foi sem dúvidas o excelente draft da PRG: Renekton, Sett, TF, Ashe e Alistar contra Jayce, Volibear, Syndra, Kaisa e Leona. A equipe da Prodigy escolheu uma composição para punir todo e qualquer erro de posicionamento do FLA. Durante a partida, o wombo combo de ultimates de TF + Ashe, e as entradas de Renekton e Alistar foram um dos pontos altos do bom desempenho do time. Entretanto, nem tudo são flores, e o Flamengo decidiu apostar no crescimento de Bvoy para ganhar as lutas.

Enquanto a PRG não aproveitou do snowball de sua composição, os rubro-negros aproveitavam e estendiam as lutas o máximo possível para não perder muita pressão de mapa. Contudo, mas uma vez, ficou claro que o FLA ainda enfrenta problemas dentro e fora dos Campos da Justiça e não aguentaram a pressão. A princípio, Bvoy deu esperança para os torcedores, mas tomou várias decisões erradas ao tentar garantir abates com sua ult na backline da PRG. Juntamente com Bankai não entrando nas lutas importantes, uma alma do Dragão Infernal e um backdoor/base rush de Fnb e Dynquedo, a PRG decretou a quarta derrota seguida do FLA. Btw, meu tf não dá esse dano todo não, lul.

Fnb e companhia decretam crise no Flamengo após vitória contra rubro-negros

 

Kabum x FURIA

O terceiro jogo foi entre Kabum e a FURIA. Aliás, quero dar um mini spoiler: o último confronto do dia foi entre Keyd e Pain, e foi o mais disputado do sabadão. Pelo outro lado, nesse game aqui só os Ninjas jogaram. Enquanto a equipe do Santos tinha uma desculpa, os garotos da FURIA vinham com força máxima e… foi só isso que eles fizeram mesmo. Logaram em Summoners Rift e viram a Kabum passar o carreto, como diria meu caro amigo Gruntar.

A partida foi tão estranhamente tranquila para a Kabum que nem precisaram de muitos abates para fazer a diferença: no final foram 7 kills a 1. (Todo dia um 7 a 1 diferente). Depois que Revolta e companhia, que aliás tem sido um grande destaque na jungle do CBLoL como um todo, garantiram um Barão escondido, só bastou puxar as rotas lentamente e ganhar a partida. É, foi só isso mesmo. Gameplay criminosa da FURIA, jogo limpinho da Kabum. Ah, o Yang jogou bem também. GG izi go next.

 

Keyd x paiN

Por fim, o grande clássico do dia, e bota história nesse confronto. A paiN Gaming vem de uma série de vitórias convincentes e já vem sendo considerada a melhor paiN de todos os tempos, quiçá melhor que a de 2015. No outro lado, uma Keyd que amargava as últimas posições, com só duas vitórias.

O início da partida foi melhor para a Keyd, garantindo alguns abates cedo, o primeiro dragão, arauto e first brick. Mas a paiN foi lentamente se recuperando e igualando a partida e mais importante, dando recurso cedo nas mãos da Kai’sa do Brtt. Aos 16 minutos, ambas as equipes tinha 4 abates e 1 dragão elemental, sendo a única diferença 1 torre e 800 de gold a mais para a Keyd. Contudo, a paiN começou a acertar mais do que errar e parecia que aos 25 minutos, depois de um Barão feito, a balança começou a pender mais para a equipe do momento.

Em uma partida disputada como essa, o resultado pode ser definido nos mínimos detalhes. Consequentemente, foi o que aconteceu. A Keyd precisava de mais um Dragão das Nuvens para ganhar a alma e a luta estourou depois que garantiram o objetivo e aqui quero dar os parabéns para dois jogadores: NOsFerus e Professor.

Vivo Keyd não se assusta e bate Pain: Professor foi um dos destaques

 

O gigante dormiu?

Enquanto a paiN vinha sedenta atrás da Keyd, NOsFerus (Syndra) garantiu um stun incrível em dois grandes iniciadores da paiN, Cariok (Trundle) e Esa (Leona). Com o stun, a maioria da equipe da paiN ficou para atrás e o Robo (Sett) deu aquela emocionada e foi para cima dos 5 jogadores da Keyd. Aqui que entra a grande jogada do Professor (Rakan): ao invés de continuar correndo, ele percebeu o leve setback do adversário (e a emocionada do Robs) e fez um cc lock no Sett com sua ult e W e garantiram o abate. Rapidamente, a Keyd percebeu o bom momento e correram para o Baron.

A maior tensão deste jogo do CBLoL foi o 5 contra 5 na frente do Nexus da paiN. Era claro que quem apertasse o gatilho no momento certo, principalmente NOsFerus e Tinowns, sairia vencedor da partida. Por fim, Tin acertou uma carta amarela em Minerva (Graves) e a luta estourou. Mais uma vez, Professor fez um grande trabalho dando desengage e permitindo que os carries da sua equipe limpassem os adversários. Vale ressaltar também uma excelente partida de Drops com sua Xayah, que ficou livre a luta INTEIRA (porque? Não sei) e focou muito bem o Brtt e Esa para eliminá-los. Com o quase Ace, pois só Cariok ficou vivo (falando nisso, vocês viram que ele só ultou e deu um pilar nessa luta toda?), a Keyd destruiu o Nexus inimigo para acabar com a série de vitórias da paiN.

Para ficar sempre por dentro de todas as novidades do CBLoL, outros campeonatos, jogos, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Leia também:

The Sims 4: Reality show terá premiação de R$ 540 mil

CBLoL 2020: Flamengo volta a vencer e paiN perde

Comentários