CS:GO: FURIA é bicampeã da GC Masters Feminina

A equipe da FURIA venceu a 9z Team por 2 a 0 e se consagrou bicampeã da GC Masters Feminina. A final aconteceu neste domingo (13). Além do título, as panteras conquistaram a premiação de 30 mil reais e o MVP DRAFT5 do torneio pela jogadora Gabriela “GaBi” Maldonado.

O Confronto

O confronto de estreia foi na Vertigo, mapa de escolha da FURIA. No primeiro half, a FURIA mostrou a afinidade com o mapa. Pois as panteras dominaram com facilidade os bombsites com o seu lado Terrorista, fechando o half por 13 a 3. No segundo half, a 9z venceu os rounds pistol, porém, não conseguiu furar a defesa CT da FURIA. Como resultado, a FURIA venceu com o primeiro mapa por 16 a 4.

O segundo confronto aconteceu na Inferno, mapa de escolha da 9z Team. Diferente do primeiro mapa, a 9z veio buscar revanche e abriu o placar de 5 x 1 no começo do half. A FURIA não deixou barato, e conquistou os retakes no lado CT e empatou o jogo em 5 x 5. Por fim, o primeiro half ficou equilibrado no placar de 8 a 7 para a 9z. Na segunda metade, a FURIA abriu quatro rounds no seu lado Terrorista com jogadas individuais. A 9z tentou buscar o domínio no half, entretanto, a FURIA saiu vitoriosa no fim do mapa por 16 a 12.

Pós-jogo

Naper

Na coletiva de imprensa, a jogadora da 9z Team, Camila “naper” Naper, respondeu sobre a decisão do não vetar a Vertigo, já que é um dos mapas vitoriosos da FURIA: “A gente não treinou Vertigo nem Train. Se a gente vetasse a Vertigo, elas iriam pickar a Train. Então a gente ficou em um beco sem saída. E acabamos jogando Vertigo”.

No segundo mapa, Naper comentou que faltou para vencer foi a falta de calma no começo da partida, mesmo com a 9z buscando jogo. Além disso, a pro player completou que a derrota no round pistol no segundo half prejudicou a equipe: “Se a gente tivesse ganhado o pistol, talvez a história teria sido diferente”.

Por fim, Naper finalizou dizendo que está com uma avaliação positiva com a equipe no torneio: “A gente só tem que rever os erros, por que temos outra final por agora. Mas eu estou muito orgulhosa do time. O time suportou como gigante, mesmo tomando 16 a 4 no primeiro mapa. A gente não abaixou a cabeça, estávamos acreditando até o último minuto. Então estou de cabeça erguida”.

Vale ressaltar que a final que a Naper comentou, será o segundo Split feminino da BGS Esports, onde a 9z disputará a grande final nesta quarta-feria (16), às 18h.

Nandinnn

No primeiro dia de torneio, a equipe da FURIA não entrou bem no servidor. A dificuldade de vencer a Rebirth e a derrota da 9z na semifinal mostrou que o time não desempenhava bem em comparação aos últimos jogos.

Por outro lado, a FURIA chegou forte no segundo dia. Onde as panteras venceram a Severe com facilidade e se vingaram da 9z na grande final. Na coletiva, o coach Fernando “nandinnn” Serikawa, comentou sobre a importância do psicólogo para levantar a equipe:

Além do nosso trabalho diário no time, temos a ajuda do psicólogo. Tivemos uma boa conversa ontem. E o dia de ontem nem foi perto do melhor do que temos trabalhado. Foi um dia atípico, um dia que a gente não conseguiu entrar. E depois de uma conversa muito boa, a gente conseguiu voltar bem. Conseguimos confiar umas nas outras e conseguimos fazer nosso jogo. A gente só entrou hoje bem tranquilo, como se fosse um treino mesmo”.

Além disso, foi levantado na coletiva, que a FURIA teve resultados mais disputados em comparação coa a primeira edição do torneio. Com isso, Nandinnn foi questionado se a qualidade das equipes concorrentes vem aumentando:

Sim, os times vêm melhorando. A gente consegue ver o trabalho de cada time. Mas ainda acho que não vi tanta diferença de uma GC Masters para outra. É porque teve uma mudança entre times, e teve times novos aparecendo. Mas ainda acho que, ainda tem um caminho para alguns times percorrer. E outras, surpreendentemente, achávamos que viriam mais fortes, mas tivemos um resultado mais tranquilo hoje”, completou o coach da FURIA.

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Leia também:

M+ Podcast 45: Conversa com o narrador Vecet

LoR: Conheça os 6 brasileiros no Torneio Sazonal

KaBuM! revela sua line-up para o CBLoL 2021

Comentários

Caio Rozendo

Sempre atento no mundo do cinema, games e esports. Atualmente acompanho o cenário de CS:GO.Jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi.