CS:GO: MIBR é campeã do CBCS Elite League

A equipe da MIBR venceu a Sharks Esports por 2 a 1 e garantiu o título do CBCS Elite League Season 1. A grande final aconteceu neste domingo (16). Além do título, a MIBR levou a premiação de 41,5 mil reais e 1000 pontos do circuito do CBCS. Já a vice Sharks, recebeu a premiação de 16,5 mil reais e 750 pontos no circuito brasileiro.

Além disso, a primeira temporada do CBCS representa a região sul-americano na distribuição de pontos RMR para o PGL Major Stockholm 2021, que tem início em outubro. Com a vitória, a MIBR recebeu 1600 pontos. Já os tubarões receberam 1500 pontos RMR.

O Confronto

Mirage

A equipe da MIBR escolheu a Mirage para abrir os confrontos da grande final. Na primeira metade, a MIBR perdeu o round pistol, mas venceu o round seguinte com a compra forçada. Como resultado, a MIBR domina e puni a economia da Sharks, onde abrem vantagem no começo da primeira metade. Entretanto, a Sharks reorganizou sua defesa e fechou os bombsites, assim virando a partida pelo placar de 9 a 6 no fim da primeira metade.

Na segunda metade, foi a vez da MIBR virar a rodada em seu lado defensivo. A equipe avançava e conquistava espaços no mapa com o seu lado CT. Como resultado, a MIBR leu e neutralizou as jogadas da Sharks na segunda metade. Por fim, a MIBR dominou o half e e fechou em seu mapa de escolha por 16 a 12.

Vertigo

Em seu mapa de escolha, a equipe da Sharks começou dominando os primeiros rounds em seu lado ofensivo por 5 a 0. Entretanto, após vencer em um round retake, a equipe da MIBR emplacou rounds consecutivos e virou o jogo para o 7 a 5. Por fim, a Sharks novamente voltou para o jogo e virou no placar no fim do half por 8 a 7.

Na virada de lados, os tubarões dominaram em seu lado defensivo e neutralizaram as ofensivas da MIBR no bombsite A. A MIBR conquistava a maioria dos primeiros abates, mas os bons retakes e jogavas individuais levaram a Sharks dominar e vencer a Vertigo por 16 a 14.

Inferno

A decisão ficou na Inferno. Mesmo perdendo o round pistol em um retake, a MIBR dominou no começo do half com boas execuções e controle no pós-plant de bombas. Porém, a equipe da Sharks explorou os erros da equipe adversária e dominaram no fim do half com boas execuções de utilitários e jogadas individuais. Como resultado, a Sharks fechou a primeira metade por 8 a 7.

No segundo half, a Sharks começou bem o half em seu lado Terrorista, onde os tubarões conseguiram ler as táticas da MIBR e furar a defesa adversária. Onde chegaram ao placar de 13 a 7. Entretanto, após o capitão Gustavo “yel” Knittel vencer um clutch 2×1 no bomb B, a MIBR encaixou seu jogo e venceu rounds consecutivos. Por fim, a MIBR conquistou espaço no segundo half e venceu o mapa da Inferno por 16 a 13.

Confira as estatísticas da partida:

Placar Geral - MIBR x Sharks
Reprodução: HLTV

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Quer ver o seu conteúdo aqui no M+? Se inscreva em nosso banco de talentos e faça parte da equipe mais incrível que a internet já viu! Não perca tempo, clique aqui e faça parte você também!

Leia também:

Dota 2: WePlay AniMajor será a segunda Major

M+ Podcast 68: Rainbow Six Siege e o Esports

Mobile Legends: Bang Bang lança clipe com influenciadores BR

Comentários

Sempre atento no mundo do cinema, games e esports. Atualmente escrevo sobre CS:GO e Valorant. Jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi.

Caio Rozendo

Sempre atento no mundo do cinema, games e esports. Atualmente escrevo sobre CS:GO e Valorant. Jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi.