De olho no MSI 2018 #3: Fnatic (LCS EU) | Multiverso+

De olho no MSI 2018 #3: Fnatic (LCS EU)

Lado a lado com a TSM, podemos afirmar que a Fnatic é um dos times mais antigos e experientes de League of Legends do cenário internacional, mesmo não tendo sido tão vitoriosa quanto o time americano. Além de serem os campeões do primeiro Mundial, a equipe européia mantém uma consistência incrível ao longo das temporadas e mais uma vez levou o troféu do primeiro split da EU LCS.

Talvez olhando para a Fnatic de agora, bata uma saudade. Pros que acompanham o cenário competitivo desde cedo, devem lembrar de jogadores mais antigos como xPeke, Febiven, Huni, Wickd, entre outros. Tirando a bot lane, o restante do time é composta com caras pouco conhecidas no competitivo. E não é que deu certo? A vitória por três jogos a zero contra a G2 na final comprova um pouco dessa força nova da Fnatic.

fnatic-lcs-eu
Os seis titulares! (Foto: Divulgação/Riot Games)

Bwipo (Top) – Bwipo é uma das apostas da Fnatic nessa fase de rejuvenescimento da equipe. Tendo só 18 anos, o garoto pegou o lugar do experiente SoaZ, que está fora por causa de uma lesão na mão. Mostrando um grande controle sobre sua gameplay e uma sólida lane phase, Bwipo tem tudo para ser um dos grandes nomes do cenário europeu em muito pouco tempo. (Main: Sion, Gangplank).

Broxah (Jungler) – Primeiramente, não, não façam essa piadinha. Obrigado. Broxah também é uma grande jovem aposta da Fnatic nesse primeiro split. No final de 2017, Broxah, que só tinha participado de times menores, entra na Fnatic Academy e impressiona, principalmente com a agressividade de seu Lee sin.

No início de 2018, Broxah sobe para o time principal e ajuda seus companheiros a conquistar seu primeiro LCS EU e seu primeiro grande título na carreira. Além disso, teve o melhor KDA de toda a competição! Fiquem de olho no “muleque”! (Mains: Trundle, Sejuani).

Caps (Mid) – Última grande jovem aposta da Fnatic, Caps (18 anos) tem enorme pressão para tomar lugar que outrora foi de xPeke e Febiven, grandes nomes da mid lane no cenário de League of Legends. Mas o garoto é tão mecanicamente bom que já recebeu o apelido de “Baby Faker” e é com certeza a grande promessa na mid lane para a Europa. TÁ CHATO JÁ MAS PRESTA ATENÇÃO NESSES “MLKS” QUE ELES VÃO LONGE. (Mains: Swain, Azir, Ryze).

caps-fnatic-lcs-eu
“The real baby faker” (Foto: Divulgação/Riot Games)

Rekkles (ADC) – Se nos Estados Unidos temos Doublelift, no outro lado do Oceano Atlântico temos Rekkles. Um dos jogadores mais experientes do cenário europeu, Rekkles sempre mantém um alto nível em todos os campeonatos que disputa e mais uma vez foi essencial para sua equipe no primeiro split, sendo o terceiro em KDA e com o nono melhor CS da competição. (Mains: Ezreal, Tristana, Varus)

rekkles-fnatic-lcs-eu
Sorriso estampado no rosto após lembrar que acumulou mais um penta kill na carreira (Foto: Divulgação/Riot Games)

Hylissang (Suporte) – Além de Rekkles, Hylissang é um dos poucos nomes no time titular da Fnatic que possui um histórico no cenário competitivo. Quer dizer, ele só jogou pela Unicorns of Love, mas conseguiu fazer seu nome durante esse tempo de UOL.

Durante a excelente campanha da temporada de 2015 da UOL, com Hylissang jogando muito bem de Alistar, Leona e Annie (sim, Annie suporte), começou a chamar a atenção de outras equipes, até que se transferiu para a Fnatic em dezembro de 2017.  (Mains: Braum, Tahm Kench).

Além da equipe titular, a Fnatic conta com três outros reservas: YellOwStaR (ADC), hyrqBot (Jungle) e wewillfailer (Top).

O Mid-Season Invitational 2018 vai acontecer na Europa entre os dias 3 e 21 de maio. Acompanhe a cobertura completa no Multiverso+!

Comentários