Dota 2: Battle Pass do TI10 termina com recorde e polêmicas

Terminou nesta sexta-feira (09) a arrecadação do Battle Pass para a premiação do The International 10. Dessa forma, o torneio que ainda sem data definida, terá a maior premiação da história dos esports com mais de 40 milhões arrecadados. Assim, o maior e mais polêmico Battle Pass, também se tornou o com maior arrecadação da história dos esports.

1° – TI 10: US$40.018.195

2° – TI 9 (2019): US$ 34.330.068

3° – Copa do Mundo de Fortnite* (2019): US$ 30.387.500

4° – TI 8 (2018): US$25.532.177

5° – TI 7 (2017): US$24.787.916

Fonte: Esports Earnings

*Somatória das edições em dupla e individual.

Battle Pass

O Battle Pass foi confirmado pela Valve ainda no mês de Abril. junto com a decisão  de paralisar o DPC e adiar o TI10. Assim, seu lançamento se deu no dia 25 de Maio e se estendeu até o dia 09 de Outubro. Totalizando, desse modo, 137 dias, 27 dias a mais que a arrecadação do ano passado. A premiação total para o The International US$40.018.195, também ultrapassando a premiação passada de US$ 34.330.068. O Battle Pass estava previsto para terminar no dia 12 de Setembro, contudo, com as dificuldades para entregar as recompensas como os baús de imortais e as skins arcanas, o prazo foi prorrogado para o dia 09 de Outubro. 

The International 10

Apesar de ter a maior premiação da história, o The International 10 ainda não tem data definida. Contudo, o torneio que seria realizado em Agosto deste ano, em Estocolmo na Suécia, está previsto para ocorrer em Agosto de 2021. A Valve, produtora do jogo e organizadora do torneio, em nota, divulgou que pretende retomar o DPC em Janeiro e espera que o TI10 possa ocorrer em meados de Agosto. 

Crise

Com a pandemia do coronavírus, tanto o Dota Pro Circuit quanto o The International 10, foram adiados para 2021. No entanto, durante esse período a Valve, não realizou nenhum tipo de campanha alternativa para manter o cenário competitivo aquecido. Dessa forma, regiões menores como América do Sul e América do Norte, estão passando por uma grande crise que parece sem fim. A falta de incentivo, resultou em poucos torneios nessas regiões, além disso, com premiações muito inferiores aos realizados na Europa e China. Enquanto um torneio tinha premiação total de US$31.000 para TODAS as Américas, o mesmo torneio premiava US$500.000 para Europa. 

A Valve anunciou que vai selecionar algumas organizadoras e custear alguns torneios para fomentar o cenário competitivo neste fim de ano. Dessa maneira, a primeira selecionada foi a peruana MOVISTAR LIGA PRO GAMING que terá dois torneios que somados irão premiar US$45.000 para times sul americanos. No entanto, a “ajuda” parece ter vindo um pouco tarde e não na medida esperada. No Brasil, temos apenas a Havan Liberty atuando como organização. Enquanto na América do Norte, restou apenas a Evil Geniuses, que está competindo na Europa.  

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter.

Leia também:

Worlds 2020: JD Gaming faz ótimo jogo contra DAMWON

Free Fire: Nobru é punido e ficará fora por 2 quedas da LBFF

Dota 2: CR4ZY anuncia desmonte e escâncara crise na região

Comentários