Dota 2: Comunidade se mobiliza em pró de Bob

Na última quarta-feira (20) a irmã do jogador Anderson “444” ou Bob, veio por meio de sua rede social pedir ajuda para a comunidade. O ex-jogador da paiN, assim como toda sua família, contraiu a covid-19. Além disso, vivem na cidade de Manaus/AM, que passa por uma grave crise sanitária e de desabastecimento nos hospitais. Dessa forma, a comunidade ouviu o pedido de ajuda e não o ignorou. 

Diversos streamer, jogadores e ex-companheiros realizaram streams beneficentes e campanhas de doação voltadas para a família de Bob. O quadro do jogador é preocupante, uma vez que está apresentando uma recuperação bem mais devagar. Além disso, enfrenta um quadro de pneumonia. No entanto, em atualização da sua irmã, o dinheiro levantado será o suficiente para o tratamento do jogador. Mesmo com muitos problemas, a comunidade se mostrou mais uma vez unida. Nomes como Rodrigo Lelis, João Hugo “Aedrons”, Kauê “Dunha” e Leonardo “Mandy”, se mobilizaram, assim como suas fanbases em pro de Bob.

Gordim da Perdigão

Essa não foi a primeira vez que a comunidade de Dota 2 se uniu para ajudar seus membros. Assim, no final do ano passado foi realizada uma série de streams beneficentes para arrecadação de fundos para próteses do jogador Roger “Gordim da Perdigão”. Assim, no último dia 11 de janeiro, Matheus “NS-ART” anunciou o fim da arrecadação após a organização SG Esports complementar o valor restante.

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Leia também:

CS:GO: Vitality vence a Liquid e avança na BLAST Premier

CS:GO: GODSENT contrata projeto de Dead, TACO e felps

Fluxo Esports revela sua line-up de Free Fire

 

Comentários
+ posts

Apaixonado/viciado por Dota 2. Grande fã de esports e esportes em geral. Tentando sobreviver ao ano de 2020.
Formado em Comunicação Social pela ESPM-SP

Caio Ryo

Apaixonado/viciado por Dota 2. Grande fã de esports e esportes em geral. Tentando sobreviver ao ano de 2020. Formado em Comunicação Social pela ESPM-SP