Dota 2: RdO brilha nas ligas regionais

Terminou neste domingo (02) a terceira semana das ligas regionais do Dota Pro Circuit (DPC) 2021. Dessa forma, chegamos na metade da segunda temporada com muitas equipes já precisam se preocupar com o rebaixamento. Enquanto outras já sonham com a vaga na próxima major e outras ainda com a classificação para o The International 10. Como é o caso da Quincy Crew do brasileiro Rodrigo Lelis na América do Norte, no entanto as outras equipes brasileiras estão na busca do acesso para a primeira divisão, caso de Crewmates e Binomistas na América do Sul e Level Up de Leonardo “RdO” na Europa.

América do Sul

Primeiramente, SG e Infamous abriram a semana na primeira divisão sul americana, dessa forma, os brasileiros perderam por 2-0 e viram a vaga para a Major ficar muito distante. No entanto, fecharam a semana vencendo a Infinity, respirando e tentando ficar longe do rebaixamento. Por outro lado, a NoPing de William “hFn” também venceu a Infinity por 2-0, se mantendo invicta e assumindo a segunda colocação. Enquanto a primeira colocada Beastcoast venceu de virada a Thunder Predator por 2-1, se mantendo na primeira colocação e cada vez mais perto do The International 10.

A SG volta a jogar no dia 7 às 19:00 BRT contra a Hokori.

Reprodução/Dota 2

Pela segunda divisão, a Binomistas venceu a Inverse por 2-0, dessa forma, assumindo a liderança e se tornando forte candidata ao acesso. A Crewmates, no entanto, segue o caminho oposto da compatriota, nesta semana perdeu para EgoBoys e Incubus por 2-0 e começa a ser assombrada pelo fantasma do rebaixamento.

A Crewmates volta a jogar no dia 7 contra a Latam Defenders às 13:00 BRT, enquanto a Binomistas joga dia 8 às 13:00 BRT contra a Omega.

Reprodução/Dota 2

América do Norte

Na região norte americana, a Undying abriu a semana vencendo a 4 Zoomers por 2-0 e em seguida a Black n Yellow por 2-1. Assim, a equipe assumiu a liderança da divisão de maneira invicta. No entanto, Evil Geniuses e Quincy Crew venceram suas partidas sem dificuldades contra SAD e Cut, se mantendo invictas também, mas com uma partida a menos. Dessa forma, a briga pelas vagas da Major vai ficar mais uma vez entre EG, QC e Und. Por outro lado, a BNY, SAD e Cut vão brigar para ficar na primeira divisão.

A Quincy Crew volta a jogar dia 6 às 16:00 BRT contra a 4 Zoomers.

Reprodução/Dota 2

Europa

Na região europeia, a Liquid abriu a semana superando a Brame por 2-1 e fechou vencendo a Hellbear Smashers por 2-0, assumindo assim a vice-liderança. Enquanto a Alliance se manteve no topo ao derrotar a Secret por 2-1, mostrando que ainda é uma das potências da região. Por outro lado, a OG venceu a Hellbear por 2-1 e a Nigma superou a Brame por 2-0. Dessa forma, Alliance e Liquid aparecem como as principais candidatas ao título. Enquanto, OG, Nigma e Secret vão brigar pelas duas últimas vagas da Major. Por fim, Tundra, Brame e Hellbear vão lutar para permanecer na primeira divisão.

Reprodução/Dota 2

Pela segunda divisão, a Level Up de RdO venceu a Ghost Frogs, assim alcançando o segundo lugar. No entanto, a Viking venceu a Chicken Fighters por 2-0 e continua invicta na busca pelo acesso. Dessa maneira, tanto a Viking quanto a Level Up se mostraram como as protagonistas da divisão e principais candidatas ao acesso.

A  Level Up volta a jogar no dia 3 às 13:00 contra a lanterna Hippomaniacs e dia 5 BRT contra a  No Bounty Hunter às 10:00 BRT.

Reprodução/Dota 2

Leste europeu

No leste europeu, a Virtus.Pro dominou seus confrontos contra Unique e Na’Vi, dessa forma empatando a liderança com a Spirit. Esta que venceu a PuckChamp e também se manteve invicta na divisão. Por outro lado, a Mônaco Gambit venceu a Winstrike e mostrou sinais de vida para esta segunda metade da temporada. Assim, Virtus.Pro e Spirit vão brigar pelo título da divisão, enquanto Na’Vi e Winstrike estão na corrida pela última vaga na Major. Por fim, Extremum, PuckChamp, Unique e Gambit estão sendo assombrados pelo fantasma do rebaixamento.

Reprodução/Dota 2

China

Essa semana tivemos o fim do recesso das equipes chinesas, assim, foi realizada uma maratona de jogos. A Aster voltou com tudo e venceu seus três confrontos contra IG por 2-0, PSG.LGD por 2-0 e Vici Gaming por 2-1 se colocando assim, já na briga pelo título. Por outro lado, a Invictus Gaming, venceu apenas a Vici Gaming e ainda perdeu para a PSG.LGD, dessa forma acendendo o sinal amarelo. Enquanto isso, VG e PSG.LGD também tiveram o mesmo rendimento da IG e vão precisar buscar se recuperar. O cenário da primeira divisão chinesa é caótico, onde apenas a Sparking Arrow parece estar rebaixada e a Aster na Major, no entanto o restante se mostra totalmente incerto. Dessa maneira, EHome, Elephant, Royal Never Give Up, Invictus Gaming, PSG.LGD e Vici Gaming, podem tanto brigar para não cair quanto brigar pelas vagas da Major.

Reprodução/Dota 2

Sudeste asiático

No sudeste asiático, a divisão corre para um cenário caótico também, assim a Execration venceu a Neon por 2-1 e a Omega por 2-0 e aparece empatada na segunda colocação. Com ela está a BOOM que venceu a T1 por 2-1, mas perdeu para Fnatic por 2-1. Na liderança a TNC perdeu para a T1 e viu seus concorrentes encurtarem a distância. Dessa forma, TNC, Execration e BOOM aparecem como principais candidatas ao título. Enquanto, Omega, T1, Fnatic e Neon se encontram tanto ameaçados pelo rebaixamento quanto sonham com uma vaga na Major. Por fim, apenas a Lilgun parece ter sua posição já definida, a lanterna.

Reprodução/Dota 2

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Quer ver o seu conteúdo aqui no M+? Se inscreva em nosso banco de talentos e faça parte da equipe mais incrível que a internet já viu! Não perca tempo, clique aqui e faça parte você também!

Leia também:

VCTBR Finals: Havan e Ingaming se garantem na Final Brasileira

Wild Rift: Baiano anuncia Cbolinho, campeonato mobile

MSI 2021: Confira as datas dos jogos da paiN

 

Comentários

Caio Ryo

Apaixonado/viciado por Dota 2. Grande fã de esports e esportes em geral. Tentando sobreviver ao ano de 2020.Formado em Comunicação Social pela ESPM-SP