GC Masters VI: 9z Team e DETONA se enfrentarão na final

Neste sábado (19), aconteceram as semifinais da GC Masters VI. Onde a 9z Team venceu a Sharks por 2 a 0, e a DETONA venceu a Havan Liberty de virada por 2 a 1. Como resultado, a 9z e DETONA se enfrentarão na grande final que acontece neste domingo (20), às 18h. Além do título, a equipe campeã leva a premiação de 30 mil reais. Confira as partidas das semifinais.

9z Team 2 x 0 Sharks

O mapa de abertura foi na Nuke, pick da Sharks. Os tubarões começaram vencendo os três primeiros rounds. Entretanto, as pescadas agressivas do argentino Santino “try” Rigal e as boas decisões da equipe levaram a 9z dominar o mapa. Abrindo uma larga vantagem de 12 a 3 no primeiro half. Na segunda metade, a 9z terminou o serviço e fechou o mapa por 16 a 4.

O segundo confronto foi na Mirage, mapa de escolha da 9z. Diferente do primeiro mapa, a Sharks começou abrindo o placar de 5 a 1 em cima da adversária. Entretanto, a 9z punia economicamente round a round, fazendo a Sharks quebrar no sétimo round e a equipe argentina virar o half por 8 a 7. Na segunda metade, os tubarões vencerão o round pistol no lado TR, mas não conseguiram furar a defesa argentina no half. Por fim, a jogadas impecáveis na 9z levaram a equipe fechar o segundo mapa por 16 a 8 em cima da Sharks

Pós-jogo

Jnt

Na coletiva de imprensa, o jogador da Sharks, Jhonatan “jnt” Silva, respondeu sobre os fatores de sua equipe não conseguir desempenhar bem na semifinal:

Nós não fizemos anti-tático, a gente jogou nosso jogo. Eu acho que o principal fator foi que eles (9z Team) já estavam jogando vários campeonatos com essa line. Então acho que eles já estavam com o jogo mais redondo. É difícil deixar o jogo redondo sendo que só estamos treinando. Você identifica muito mais os erros quando faz em campeonato. E infelizmente a gente teve que descobrir nossos erros durante o campeonato”.

Além disso, Jnt ressaltou a importância de jogar campeonatos para evoluir a equipe:

Nossa line é muito promissora, tivemos grandes contratações. Mas a gente precisa jogar campeonato. Eu espero uma Sharks em 2021 muito forte”.

Zakk

Já por parte da 9z, o coach Rafael “zakk” Fernandes, respondeu sobre a importância de treinar em gaming house visando a evolução da equipe:

Fizemos um intensivo por um mês. Rasgamos todas as táticas e começamos do zero. E isso foi ótimo, viemos renovando bastante coisa. Então para um campeonato importante como este, é impossível fazer anti-tático no nosso time. Então ficar na GH este um mês ajudou bastante”.

Além disso, zakk comentou sobre as características das possíveis equipes que a 9z irá enfrentar nesta final e apostou que a Havan levaria a melhor na semifinal:

A Havan é time muito difícil de jogar. Inclusive disse para meu time que gostaria de ver eles jogando lá fora, porque eles jogam um CS muito correto. E acho que eles vão evoluir muito ainda […] Já a DETONA é um time novo e muito agressivo. Eu acho que este estilo vai ser difícil impor contra a Havan, pois é um time que sabe mesclar o ritmo de jogo muito bem no meio da partida”, ressaltou o coach.

DETONA 2 x 1 Havan Liberty

O primeiro mapa foi na Inferno, pick da Havan. No primeiro half, a Havan começou vencendo o pistol e os dois rounds seguintes. Porém, a DETONA voltou para o jogo no primeiro armado e vira o jogo em 4 a 3 de CT. A Havan não desiste e conquista rounds com as entradas nos bombs bem executadas, fechando o half com o placar de 9 a 6. Na segunda metade, a defesa da Havan conseguiu tomar o controle da região da banana. Assim punindo o adversário e encostando no map point. A DETONA não se rendeu e tentou levar o jogo para o overtime, porém, sem sucesso. Por fim, a Havan venceu o primeiro mapa por 16 a 11.

O segundo confronto foi na Dust2, mapa de escolha da DETONA. No primeiro half, o jogo ficou equilibrado entre as equipes. Onde a Havan conseguiu uma vantagem de 7 a 3, porém a DETONA apostou no bomb B e virou o placar por 8 a 7. No segundo half, a DETONA dominou o começo do half, chegando a encostar no map point. A Havan reagiu com um comeback de TR, entretanto, a DETONA fechou o mapa por 16 a 13 com clutchs decisivos. Assim levando o confronto para o terceiro mapa.

A decisão ficou na Train. Com a moral levantada no último mapa, a equipe de Renato “nak” Nakano dominou o lado terrorista da Havan. Abrindo uma vantagem de 10 a 5 no fim do half. Na segunda metade, a DETONA continuou punindo o adversário com ofensivas rápidas, sem deixar a defesa da Havan se organizar. Como resultado, a DETONA venceu a Havan por 16 a 6 e garantiu a vaga para a grande final.

Pós-jogo

Sidde

Na coletiva, o coach da Havan, Sid “sidde” Macedo, comentou sobre a importância de jogar pequenos campeonatos. Afim de ajudar em torneios maiores como a GC Masters:

Acho que esta sequência de campeonatos ajudou no quesito ritmo. Chegamos na competição com um bom ritmo de jogo”.

E apesar da derrota na semifinal, sidde avalia a performance positiva da equipe na competição:

Eu avalio nossa participação razoável. A gente não conseguiu chegar aonde nós queríamos, que era o título. Mas não dá para reclamar do quarto lugar, por mais que seja bem decepcionante da forma que foi a partida de hoje. O saldo é positivo, a nossa primeira participação. Eu acho que uma estreia, quando você passar de um grupo tão difícil. Ficar no top 4 de uma competição com os melhores times do campeonato não tem como ser totalmente negativa, embora seja um pouco decepcionante baseado nas nossas metas”.

Rikz

Logo em seguida, o coach da DETONA, a Henrique “rikz” Waku, declarou que estudou a equipe da Havan para esta semifinal:

Contra a Havan a gente assistiu. Tínhamos certeza que eles iriam escolher a Inferno. Então a gente quis pegar a Dust2. Então destes dois mapas, tínhamos bastante conhecimento. A gente sabia como eles jogavam. Mas na train a gente não tinha conhecimento algum”, ressaltou Rikz.

Além disso, o coach da DETONA comentou da preparação para a grande final:

Contra a 9z, nós vamos começar a preparação agora. Eu nem pensei neles ainda, vou começar a pensar a partir de agora. Primeiro assistir esta Md3 que a gente jogou, ver os nossos erros, para analisar mais da 9z e passar para galera”.

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Leia também:

M+ Podcast 46: Melão fala sobre transição para Valorant

Dota 2: SG retorna e anuncia sua nova formação

La Copa: Confira o primeiro dia de campeonato de Nobru e Donato

Comentários

Caio Rozendo

Sempre atento no mundo do cinema, games e esports. Atualmente acompanho o cenário de CS:GO.Jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi.