VCTBR 2: Gamelanders e FURIA avançam para a Final

A Fase 2 da segunda etapa do Valorant Challengers Brazil aconteceu neste sábado (17). E na noite de confrontos da Final Upper Bracket, a Gamelanders venceu a Team Vikings por 2 a 1 no Grupo A. Já no Grupo B, a FURIA venceu a Sharks por 2 a 1.

Como resultado, a Gamelanders e FURIA são as primeiras equipes a conquistarem a vaga para a grande final do Challengers. Etapa final que valerá a vaga para o Masters Reykjavík, evento que acontecerá em maio, na Islândia.

Já as equipes perdedoras terão uma segunda chance na chave Lower da Fase 2 neste domingo (18). No Grupo A, Team Vikings enfrentará a SLICK. Já no Grupo B, Sharks e Havan Liberty vão se enfrentar em busca da vaga direta para a etapa final.

As transmissões deste domingo (18) no Valorant Challengers Brazil acontecem a partir da 19h, nos canais oficiais do Valorant Brasil na  Twitch e Youtube.

Team Vikings x Gamelanders

Ascent

O mapa de escolha foi da Vikings e a Gamelanders começou com o lado defensivo. No primeiro half, a VKS controlou os spikesides com boas execuções ofensivas e after plants em cima da defesa da GL. Assim chegando com facilidade no placar de 6 a 0 para a VKS. Porém, a GL começou a pontuar após um clutch do Guilherme “Nyang” Coelho. A disputa ficou mais equilibrada no fim da primeira metade, entretanto, a VKS fechou com a vantagem de 8 a 4 devido a um bom começo de mapa.

Na virada de lados, a VKS continuou superior nas jogadas ensaiadas, assim vencendo os três primeiros rounds no half. Entretanto, após um clutch de Fernando “fznnn” Cerqueira de Sova, a GL voltou a pontuar e evitou de a equipe adversária chegar ao map point. Por fim, mesmo com os esforços da GL, a VKS dominou os spikesides e fechou o primeiro mapa por 13 a 8.

Icebox

No primeiro half, mesmo perdendo os dois primeiros rounds apertados, a Gamelanders voltou forte em seu mapa de escolha e dominou o primeiro half. Com a Raze de Leonardo “mwzera” Serrati, a GL entrou com facilidade no Spikeside A em seu lado atacante. Como resultado, a GL garantiu um 8 a 4 no fim do primeiro half.

Na segunda metade, a GL venceu o round pistol e os outros dois seguintes em cima da VKS. Entretanto, após um pause tático, a VKS voltou para o jogo em seu lado atacante e tentou impedir da equipe adversária chegar aos map point. Por fim, a defesa consolidada da GL evitou a VKS crescer na partida e venceu o segundo mapa por 13 a 8.

Haven

A decisão ficou no mapa Haven. No primeiro half, a GL dominou os spikesides com bons retakes em cima do ataque da VKS, abrindo uma vantagem de 7 a 1 no placar. Entretanto, após o clutch do Gabriel “sutecas” Dias com a agente Astra, a VKS garantiu rounds consecutivos e diminuiu o placar por 7 a 5 no fim da primeira metade.

Na virada de lado, a GL venceu o round pistol e os dois seguintes em seu lado atacante. Muito por conta dos first bloods e clutchs vencidos pelo Leonardo “mwzera” Serrati de Raze, e como resultado, a GL chegou dominante em seu map point. Entretanto, a VKS encaixou seu tático defensivo e controlou os spikesides no fim do segundo half, assim levando a partida para a prorrogação. Por fim, mesmo com o esforço da VKS, quem levou os dois rounds da prorrogação foi a GL. Assim garantindo a vaga para a Challengers Finals por 14 a 12.

Confira as estatísticas da partida:

Placar Geral - Vikings x Gamelanders
Reprodução: Vlr.gg

FURIA x Sharks Esports

Bind

O primeiro mapa do confronto foi na Bind, mapa de escolha da Sharks. A equipe dos tubarões começou vencendo os dois primeiros rounds na primeira metade. Entretanto, quem dominou a o half foi a equipe da FURIA, onde a equipe fechou e rotacionou com facilidade os spikesides. Assim vencendo o primeiro half com o placar elástico de 8 a 4.

Na segunda metade, foi a vez da Sharks dominar a Bind. Em seu lado defensivo, os tubarões conseguiam ler as jogadas do adversário com facilidade, assim jogando avançado e dominando o confronto. E depois de perder rounds consecutivos, a FURIA tentou reagir, assim vencendo seus primeiros dois rounds na segunda metade. Por fim, com os clutchs decisivos de Gabriel “gaabxx” Carli com a agente Viper, a Sharks venceu os últimos rounds e levou o primeiro mapa por 13 a 11.

Icebox

O segundo confronto foi na Icebox, mapa de escolha da FURIA. No primeiro half, mesmo perdendo o round pistol e o econômico, a FURIA dominou o seu mapa de escolha em seu lado defensivo. Onde a equipe evitou os avanços no Spikeside A, e somente o Khalil “Khalil” Schmidt com seu agente Omen, cuidou do lado B para a equipe da FURIA. Como resultado, a FURIA fechou o primeiro half com placar de 7 a 5.

Na segunda metade, a disputa entre as equipes ficou acirrada, onde a FURIA abriu vantagem no começo do half com as boas execuções no spikeside A. Por outro lado, a Sharks conseguiu a boa leitura da equipe adversária, assim conquistando bons retakes. Como resultado, levando a partida para o overtime. Na prorrogação, a Sharks venceu o primeiro round, entretanto, foi a FURIA que levou os três rounds seguinte. Com isso, vencendo o mapa por 15 a 13 e levando o confronto para o terceiro mapa.

Ascent

A decisão ficou na Ascent. Na primeira metade, a FURIA consolidou sua defesa no mapa devida a boa leitura do adversário, assim dificultando para Sharks os avanços ofensivos. Como resultado, a FURIA fechou a primeira metade por 8 a 4.

No segundo half, a Sharks cresceu no lado defensivo e venceu os três primeiros rounds com bons retakens de spikeside. Entretanto, a dupla Alexandre “xand” Zizi e Gabriel “qck” Lima estavam inspirados abriram espaço para jogadas rápidas em seu lado atacante. Como resultado, a FURIA jogou com facilidade e venceu o terceiro mapa por 13 a 8.

Confira as estatísticas da partida:

Placar Geral - Sharks x FURIA
Reprodução: Vlr.gg

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Quer ver o seu conteúdo aqui no M+? Se inscreva em nosso banco de talentos e faça parte da equipe mais incrível que a internet já viu! Não perca tempo, clique aqui e faça parte você também!

Leia também:

CS:GO: CBCS Elite League será evento RMR

Dota 2: Documentário Free To Play vai para a Netflix

Valorant: Classificatórias da Red Bull Campus Clutch acontece neste fim de semana

Comentários
+ posts

Sempre atento no mundo do cinema, games e esports. Atualmente escrevo sobre CS:GO e Valorant. Jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi.

Caio Rozendo

Sempre atento no mundo do cinema, games e esports. Atualmente escrevo sobre CS:GO e Valorant. Jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi.