VCTBR: Sharks e FURIA vencem em estreia da Etapa Final

Na estreia da Fase Final do Valorant Challengers Brazil desta quinta-feira (12), a YNG Sharks Esports venceu a Vivo Keyd por 2 a 0. Em seguida, a FURIA derrotou de virada a Gamelanders Blue por 2 a 1.

Como resultado, Sharks e FURIA avançam na chave superior do torneio e se enfrentarão no domingo (15). Já as equipes derrotadas terão uma segunda chance na chave inferior, onde os confrontos acontecerão no próximo sábado (14).

Com a premiação total de 170 mil reais, a Etapa Final do VCTBR tem oito equipes na disputa das duas vagas para o Masters Berlin, que tem início em setembro. A transmissão da etapa final brasileira acontece a partir das 17h, nos canais oficiais do Valorant Brasil na TwitchYoutube e NimoTV. Confira o resultado dos confrontos:

Sharks x Vivo Keyd

Haven

O mapa foi de escolha da Sharks, onde a Vivo Keyd começou no lado defensivo. No primeiro half, a Sharks executou ofensivas rápidas para os spikesides e controlaram bem os espaços nas situações pós-plante, assim conseguindo garantir setes rounds seguidos. Após derrotas consecutivas, a Keyd conseguiu ler as jogadas dos tubarões, assim diminuindo a vantagem adversária no fim do half com o placar de 8 a 5.

Na virada de lados, a Sharks continuou vencendo os confrontos, e como resultado, garantindo o round pistol e o antieconômico. A Keyd optou em fazer ataques mais lentos e estudados, porém, não conseguiu furar a defesa consolidada da Sharks. Como resultado, a Sharks controlou o jogo na segunda metade e fechou o mapa por 13 a 5.

VCTBR - Sharks x Keyd Stars - Haven
Reprodução: vlr.gg

Icebox

O segundo mapa foi de escolha da Vivo Keyd, onde a Sharks começou no lado atacante. Na primeira metade, mesmo perdendo os dois primeiros rounds, a Keyd dominou no começo do half com boas jogadas de retake. Entretanto, após um pause tático, a Sharks voltou para o jogo e emplacou rounds em sequência. Por fim, a Sharks virou e finalizou o primeiro half com 7 a 5 no placar.

Na segunda metade, a Sharks novamente venceu o round pistol e o antieconômico, dificultado assim a virada por parte da Vivo Keyd. Com jogadas rápidas, a Sharks contestou os espaços dominados pelo ataque adversário e venceu na Icebox por 13 a 9.

VCTBR - Sharks x Keyd Stars - Icebox
Reprodução: vlr.gg

Gamelanders Blue x FURIA

Bind

Mapa de escolha foi da Gamelanders Blue, onde a FURIA começou na defesa. No primeiro half, a FURIA começou vencendo o round pistol e o antieconômico, mas foi a GLB que dominou a primeira metade. Com um bom uso de agentes e utilitárias, a GLB conquistou espaço no ataque e administrou bem os confrontos pós-plante de spike. Como resultado, a GLB foi hegemônica e fechou a primeira metade por 9 a 4.

Na virada de lados, a GLB venceu os dois primeiros rounds com execuções de retake, assim diminuindo as chances da FURIA virar a partida. Por fim, mesmo com a resistência da FURIA no fim do half, a GLB fechou com facilidade a Bind por 13 a 5.

VCTBR - FURIA x GLB - Bind
Reprodução: vlr.gg

Haven

O segundo mapa do confronto foi de escolha da FURIA, onde a Gamelanders começou do lado defensivo. No primeiro half, a equipe da FURIA voltou diferente e controlou o ritmo do início do half com ofensivas agressivas, assim abrindo o placar de 5 a 1. A GLB começou a entender as jogadas adversárias e consolidou a defesa, como resultado, empatando em 6 a 6 na primeira metade.

Na segunda metade, a FURIA retomou o controle de seu mapa de escolha e consolidou a defesa nos spikesides. Com uma boa teamplay, a FURIA neutralizou os ataques da GLB e fechou a Haven por 13 a 9, assim levando o confronto para o terceiro mapa.

VCTBR - FURIA x GLB - Haven
Reprodução: vlr.gg

Breeze

A decisão ficou no mapa Breeze. No primeiro half, a FURIA optou por uma ofensiva mais lenta e estudada, onde conquistou espaços e os primeiros abates. A GLB não conseguiu efetuar suas jogadas de defesa, deixando a FURIA ditar o ritmo do jogo e as eliminações feitas por parte da dupla Alexandre “xand” Zizi e Khalil “Khalil” Schmidt. Como resultado, a FURIA fechou a primeira metade com a placar elástico de 10 a 2.

Na virada de lados, a Gamelanders precisava vencer o round pistol para sonhar com a virada na Breeze. Entretanto, a FURIA continuou vencendo os confrontos, assim fechando com facilidade o half e vencendo o mapa por 13 a 2.

VCTBR - FURIA x GLB - Breeze
Reprodução: vlr.gg

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter.

Leia também:

TiltCast: Nosso novo podcast de Esports

Pro players e times se opõem a federalização de esports

Dota 2: SG anuncia preparação para o TI10

Comentários

Sempre atento no mundo do cinema, games e esports. Atualmente escrevo sobre CS:GO e Valorant. Jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi.

Caio Rozendo

Sempre atento no mundo do cinema, games e esports. Atualmente escrevo sobre CS:GO e Valorant. Jornalista formado pela Universidade Anhembi Morumbi.