Câmara embute projeto contra games violentos em PL

A Câmara dos Deputados conseguiu levar o projeto PL 1577/2019, que criminaliza games violentos, para a próxima fase. Para tal, a proposta do deputado Júnior Bozzella foi embutida em um projeto parado há 10 anos, que busca tipificar crime de difusão de violência.

Esta PL, de autoria do deputado Carlos Bezerra, do MDB do Mato Grosso do Sul, tem o objetivo de alterar o Decreto-lei nº 2.848, de 1940, que estabelece medidas contra a corrupção, o crime organizado e os crimes praticados com grave violência à pessoa.

A manobra da Câmara foi a forma encontrada para driblar a enquete popular online, aberta para o debate público sobre o projeto, que até o momento detém 99% de opiniões contrárias à proposta de criminalizar o desenvolvimento, importação, uso e empréstimo de games violentos.

O maior problema desse projeto persiste, definir “jogos violentos”, além de a proposta ignorar solenemente a Classificação Indicativa do Ministério da Justiça.

Cabe a nós gamers nos manifestarmos e demonstrarmos com ainda mais força que esse tipo de medida ajuda em nada o combate a violência.

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter.

Leia também:

Circuitão: Vert explica queda no rendimento da Falkol e deixa futuro em aberto após semifinal

Fortnite: Epic Games revela mudanças no competitivo

Persona 5 ganha site e indica a data de lançamento no Switch

Comentários