Skip to content
R6: Temporada do ano nove.

Rainbow Six Siege: Detalhes da primeira temporada do Ano 9

Operação Deadly Omen introduz o primeiro Operador vilão jogável no Rainbow Six Siege apresenta aos jogadores atualizações de proteção e integração

A Ubisoft acaba de anunciar detalhes da primeira temporada do Ano 9 de Rainbow Six Siege. Operação Deadly Omen introduz Deimos, o primeiro Operador vilão jogável do game.

O novo conteúdo também inclui melhorias nas soluções anti-cheat que incluem proibições de dados baseadas em machine learning (aprendizado de máquina), além de mudanças significativas nos acessórios e escudos que reforçam o aspecto tático da jogabilidade de Rainbow Six Siege.

Deimos é um temível Atacante equipado com o dispositivo rastreador DeathMARK. Este equipamento revela a localização do Operador e do alvo em tempo real por um período limitado ou até que um dos dois personagens seja eliminado.

Taticamente, esse dispositivo pode ser usado para cobertura, distraindo inimigos e evitando que flanqueiem aliados ou o próprio jogador.

Deimos pode controlar qualquer mapa ao localizar um inimigo. O novo Atacante é um Operador de velocidade dois, com dois pontos de vida. Seus equipamentos incluem um rifle AK-74M ou uma shotgun M5904A1 como arma primária, além de um novo e poderoso revolver, o .44 Vendetta, como arma secundária.

Na Temporada 1 do Ano 9, Rainbow Six Siege continuará enfatizando o jogo estratégico e o trabalho em equipe como chaves para o sucesso. Para mudar o meta atual do jogo – visando um uso maior de gadgets e a criação de novas táticas – os escudos serão reformulados, e importantes melhorias serão implementadas nos acessórios e ADS.

Operação Deadly Omen está focado em equilibrar mecânicas e Operadores para um gameplay mais envolvente. Além disso, a Temporada 1 do Ano 9 introduzirá uma atualização crítica de balanceamento para a Operadora japonesa Azami.

Essa mudança é apenas parte de uma iniciativa de balanceamentos para garantir que Rainbow Six Siege permaneça competitivo e envolvente, tanto para Atacantes quanto para Defensores.

Outras atualizações importantes chegarão ao game para melhorar o conforto dos jogadores, como “Locker”, um novo menu de gerenciamento de inventário que permite aos usuários gerenciarem seus itens cosméticos. Para facilitar a ação do jogador, o Locker permite que os jogadores classifiquem e visualizem seus itens de um jeito mais conveniente para o processo de equipar skins.

Além disso, o treinamento eficaz e a integração continuam sendo uma prioridade, especialmente à medida que o jogo retorna à sua experiência principal de jogo tático. A Playlist Versus IA continua evoluindo, já que esse modo segue sendo aprimorado com novos mapas e Operadores para que os usuários pratiquem.

O modo permitirá que novos jogadores se familiarizem com as ferramentas do game e incentivará os veteranos a aprimorarem suas habilidades no jogo competitivo.

Por fim, Rainbow Six Siege permanecerá comprometido com o jogo justo. Novas proibições de dados, restrições em classificações ranqueadas e equipes para atualizar soluções atuais, como QB e Mousetrap, são apenas algumas das iniciativas prioritárias no combate às trapaças dentro do game.

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Free Fire: Final da FFWS 2024 será no Brasil 

Copa AFG na arena afrogames no cantagalo surpreende

Brasil é líder mundial no Rainbow Six Siege

Comentários
+ posts

Jornalista - redatora do segmento de Games & eSports.

Jornalista - redatora do segmento de Games & eSports.

Back To Top