Stream Battle BB começa etapa de mentorias | Multiverso+

Stream Battle BB começa etapa de mentorias

O Stream Battle BB, concurso de caça-talentos do Banco do Brasil, vai iniciar sua quarta etapa neste domingo (26), onde 48 streamers começarão a receber mentorias do Squad do Banco do Brasil: Gaules, Ana Xisdê, Pimpimenta e Yayah.

Cada mentor terá seu próprio time de 12 integrantes selecionado através de sorteio. Os mentores deverão ajudar seus times oferecendo dicas e experiências para que os novatos possam ter sucesso no mundo dos streams.

Etapa de mentoria

A quarta etapa do concurso vai acontecer ao longo de duas semanas. Posteriormente vão ocorrer mais duas etapas e cada qual será desenvolvida também durante duas semanas.

Todo o processo está sendo documentado e exibido em lives no canal da Twitch do BB.

Durante a coletiva de imprensa de anúncio da nova fase do projeto realizada nesta quinta-feira (23), David Tavares, o apresentador do Stream Battle BB, afirmou que o público está aguardando muito essa nova etapa e para ele é muito gostoso acompanhar o dia a dia e a evolução dos participantes.

Isso é uma preparação pro futuro deles, é um creescimento… São detalhes da caminhada que serve de mídia kit“, conta Tavares. “Essa etapa vai fazer barulho e vai aproximar ainda mais a comunidade que está percebendo a força do BB nesse cenário”.

Voz dos mentores

Os mentores do projeto também participaram da coletiva e trouxeram sua visão sobre o que podemos esperar da nova etapa e deram até uma “palinha” do que é importante ficar atento para se tornar um bom streamer.

Ana Xisdê focou bastante na questão do propósito. “Ter propósito é o que nos diferencia, é quem nós somos e encontrar vamos ajudar os participantes a encontrarem seu propósito na mentoria“, afirmou a influenciadora digital sem pestanejar e aproveitou para falar a importância de haver representatividade nesta disputa.

Pimpimenta por sua vez se mostrou muito feliz e animado por fazer parte deste projeto e relembrou o início de sua carreira buscando se destacar por uma gameplay elevada e não avisando que estava on, mas sim que estava jogando com grandes nomes do cenário para gerar interesse do público por suas lives. Para ele a live precisa ser encarada pelo streamer da mesma forma como um pro player encara um campeonato e por isso, o influenciador vai buscar competitividade integrada a carisma nos competidores.

Por fim, Gaules fez questão de deixar claro que não é fácil começar, que os streamers precisam buscar motivação mesmo quando há apenas uma pessoa assistindo e que essa mesma motivação vai fazer com que eles tenham fôlego para streamar quando tiverem um público de milhares. Para ele, o segredo da stream está na interatividade e ele vai buscar isso no concurso.

Um ponto em comum mencionado por todos os mentores foi a necessidade dos competidores serem criativos, trabalharem com elementos que os diferenciem dos demais e não descartam talentos fora da gameplay, embora afirmem que é necessário ter uma conexão com o mundo gamer para ter chance sim nesse projeto caça-talentos.

Stream Battle BB

A competição começou com 2.290 candidatos de todo o Brasil. Ao final do Stream Battle BB, apenas seis criadores de conteúdo serão selecionados para fazer parte do time de influenciadores do banco, onde contarão com capacitação profissional, orientação sobre conteúdos, desenvolvimento de suas carreias e cada um ganhará um setup gamer de mais de R$ 9 mil.

No momento, o público acompanha todo o processo meramente como um espectador, porém, na última semana do concurso terá voz ativa. O público vai poder votar em seu streamer favorito. Os seis vencedores serão revelados no dia 14 de novembro, em uma transmissão do canal da Twitch do BB.

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter.

Leia também:

Fortinite: Flakes Power Cup 2 vai rolar

LBFF: Inscrições da Série C começam hoje (21)

Fallen Gaming Company revela primeiras peças da Fallen Wear

Wild Tour: Só Agradece vence Q3

Comentários

Formada em Comunicação Social pela UFRJ.
Pode me chamar de Cla ou Clari.
Estou sempre de olho no mundo dos esports para trazer o melhor conteúdo para vocês.
E adoro maratonar séries e filmes nas horas vagas! Então podem esperar algumas críticas de produtos audiovisuais bem mainstream por aqui também.

Clarissa Montalvão

Formada em Comunicação Social pela UFRJ. Pode me chamar de Cla ou Clari. Estou sempre de olho no mundo dos esports para trazer o melhor conteúdo para vocês. E adoro maratonar séries e filmes nas horas vagas! Então podem esperar algumas críticas de produtos audiovisuais bem mainstream por aqui também.