The Legend of Zelda: comemoração de 35 anos continua

The Legend Of Zelda é uma das franquias mais importantes do mundo dos games. Junto com Super Mario, os dois jogos da Nintendo ajudaram a salvar a indústria de uma grande crise em 1983 e aumentaram expressivamente a venda do console das antigas mais lembrado ainda hoje: o Nintendo Entertainment System (NES). O primeiro game da franquia, lançado dia 21 de fevereiro de 1986, fez seus 35 anos que foram comemorados com muita alegria nas redes sociais.

Contudo, além do aniversário da franquia, os jogos de Hyrule terão alguns lançamentos que estão sendo aguardados pelo público. Entre eles, estão a remasterização de The Legend of Zelda: Skyward Sword e o lançamento de atualizações para o game Hyrule Warriors. Por isso, apesar do aniversário da franquia ter sido ontem (21 de fevereiro), todas essas novidades fazem com que Zelda ainda esteja entre os 10 assuntos mais comentados do Twitter.

O que torna The Legend of Zelda especial

Lançado pela primeira vez em 1986, a franquia do herói Link é uma das que tem maior sucesso entre os nintendistas. Logo atrás de Pokémon e Mario, Legend of Zelda é a terceira franquia mais rentável da empresa japonesa. Mas não é só isso; as aventuras de Hyrule inspiraram também o desenvolvimento de diversos games no mesmo estilo, que hoje já não é tão novidade.

Entre os RPGs, junto de outros games como Final Fantasy e Dragon Quest, The Legend of Zelda se tornou o ícone na cultura pop para definirmos o que é videogame (assim como esse gênero de forma geral).

O jogo era, inicialmente, um RPG de ação em que o jogador devia transitar por diversas sessões do mapa para conseguir completar a história. Em relação a história, ela segue o menino-elfo Link, que deve coletar oito pedaços da Triforce para salvar a princesa Zelda; apesar do plot simples, o game inovou ao ser um dos primeiros a introduzir a possibilidade de salvar o progresso e também de aumentar a dificuldade dos níveis ao completá-lo uma vez.

Mas, com os anos, os motivos da franquia fazer sucesso foram mudando. As mecânicas introduzidas nos anos 90, com o uso de gráficos 3D e uma história cada vez mais inventiva foram atraindo os olhares dos gamers e também da crítica. Além disso, o game cada vez mais impressiona pela sua estética única e cartunesca e por sua trilha sonora.

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Leia também:

World of Warcraft Burning Crusade Classic™ na BlizzCon 2021

New World, jogo da Amazon Games, é adiado pela terceira vez

Blizzard® Arcade Collection é anunciado com sucessos originais

Comentários

Murillo La Fonte

Sempre me chamam por Muri! Sou fanático por jogos de RPG e de ritmo. Também tenho fascínio animações e quadrinhos japoneses (animes e mangás), bem como pelo cenário musical nipônico. Atualmente estudo Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero.