Grammy altera o nome da categoria World Music

O Grammy anunciou nesta terça (03) a mudança no nome da categoria World Music para Global Music. Traduzindo para o português, a categoria que era chamada de Melhor Música do Mundo, então, passou-se a chamar Melhor Música do Globo, para evitar conotações de colonialismo.

Em um comunicado enviado para à imprensa internacional, o Grammy afirmou que a alteração surgiu “à medida que continuamos a abraçar uma mentalidade verdadeiramente global. Durante o verão, mantivemos discussões com artistas, etnomusicólogos e linguistas de todo o mundo que determinaram que havia uma oportunidade de atualizar a categoria de Melhor Álbum de Música do Mundo para uma categoria mais relevante, moderna e com um termo inclusivo. A mudança simboliza um afastamento das conotações de colonialismo, folk e ‘não-americano’ que o termo anterior incorporou enquanto se adaptava às tendências atuais de escuta e evolução cultural entre as diversas comunidades que ele pode representar.”

O termo Música do Mundo foi admitido no Grammy em 1987, para exaltar canções de artistas não-ocidentais. Em 1992, foi criada a categoria Melhor Álbum dentro dessa temática mundial, que premiou artistas como Ravi Shankar, Gilberto Gil e Angélique Kidjo.

Outros artistas e festivais também decidiram interromper o uso do termo Música do Mundo. O evento britânico Womad, por exemplo, seguiu o exemplo do Grammy e entendeu a problemática que foi apresentada.

“Entendemos que ‘world music’ é um gueto para muitos dos artistas. Respeitamos o termo porque é nossa herança, mas precisamos evoluí-lo porque a música evoluiu”, declarou o diretor do festival Womad, Chris Smith, para o The Guardian.

O Grammy também mudou em junho deste ano a categoria Melhor Álbum Contemporâneo Urbano para Melhor Álbum de R&B Progressivo, já que o termo urbano é cada vez mais visto como inadequado para descrever a música de artistas negros. Tyler, the Creator, que venceu a categoria de Melhor Álbum de Rapper em 2020, já tinha falado sobre isso durante a premiação.

“Eu não gosto dessa palavra, ‘urbano’. Para mim, é um jeito politicamente correto de dizer a palavra com N”, afirmou, fazendo uma relação com uma palavra extremamente desrespeitosa e racista para se referir às pessoas negras.

O Grammy, entretanto, continua usando urbano nas categorias Melhor Pop Latino e Melhor Álbum Urbano Latino.

Os indicados ao Grammy de 2021 serão anunciados no dia 21 de novembro.

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Leia também:

Ariana Grande lança Positions, seu sexto álbum de estúdio

Paul McCartney anuncia lançamento de novo álbum

Justin Bieber lança Lonely e fãs prestam apoio

Comentários