Artigo: Como colecionar jogos antigos

Como bom colecionador de jogos e entre outras coisas, resolvi fazer um tutorial tentando ajudar outras pessoas pelo caminho do colecionismo. O ato de colecionar qualquer coisa implica em certos riscos e obviamente custos, mas o esquema não muda tanto de um tipo de coleção para outra.

Se você é um amante de histórias em quadrinhos você consegue a maioria dos seus títulos em bancas de jornal, porém as bem cuidadas e com uma numeração específica podem chegar a valores muito maiores que os da banca, um mangá por exemplo que custou doze reais na banca,  em certas circunstâncias como: se o título esgotou e a série tem um sucesso alto, pode chegar a mais de duzentos reais em sites como Mercado Livre.

O mesmo vale para o mercado de action figures, de artes originais, entre muitos outros tipos de colecionismo. Porém se alguém pergunta, vale comprar para vender depois? A resposta é nem sempre, mas isso somente se você for inexperiente. Nem tudo que é lançado vira raro, além disso, nem tudo que é raro é valorizado. Ocorrem muitos casos de itens raros não terem alto valor de venda, devido a baixa procura.

jogos antigos

Porém, vamos nos focar em games finalmente! Se alguém quer começar a colecionar jogos tem que se perguntar algumas coisas. Toda coleção tem um custo alto, ainda mais de itens antigos, morar no Brasil consegue piorar ainda mais a situação. Primeiramente a pessoa deve-se indagar se pode manter uma coleção, sem comprometer sua qualidade de vida.

Olhando quanto ela recebe e quanto gasta todo mês, tem que sobrar o suficiente para ela guardar 80% disso para uma emergência, por exemplo um desemprego, uma doença na família ou algo inesperado. Mas agora, se os vinte por cento que restam forem o suficiente para você comprar jogos… bem aí está o primeiro problema que foi resolvido. Nunca deixe de usar o dinheiro para despesas do mês e da emergência para jogos, que apesar de muito divertidos, não matam a fome, não pagam as contas ou algo do tipo, jogos são entretenimento portanto a última das suas prioridades.

A segunda pergunta a se fazer seria, quero colecionar por quê? Se você quer só por jogar, muitos jogos antigos existem por download, no Steam, Gog, ou mesmo na PSN ou Xbox Live, como são por download são muito mais baratos, sendo que o jogo é exatamente igual, às vezes até com gráficos melhores. Mas se quiser uma cópia física, então tem opções de remastered editions, sempre são lançados para consoles atuais títulos antigos em mídia física.

Um exemplo disso, é que existe para Playstation 3 e X-Box 360 o Sonic’s Ultimate Genesis Collection, jogo que apesar de estar um pouco chato de achar, ainda vale a pena, pois possui quarenta e oito clássicos da Sega, alguns deles por valores estratosféricos. Outro exemplo são remasters de Metal Gear Solid, Resident Evil, Assassin’s Creed para os mesmos consoles, God of War, Shadow of Colossus para consoles da Sony, ou títulos clássicos da Rare para o Xbox One, todos possuem mídia física, sendo alguns até com gráficos atualizados e você pode jogar com o disco.

Mas você pode querer o jogo original da época, então temos mais um detalhe antes da próxima etapa: você quer o jogo perfeito, exatamente igual, com manual e caixa originais? Se sim prepare o bolso, muitos títulos e se forem raros o suficiente podem sair mais de mil reais, facilmente. Nem todos que fique claro, mas muitos chegam a esse patamar e nem são tão antigos.

Agora se você estiver buscando games que estejam funcionando e não liga para todo o resto que fora sitado..os preços caem bastante, além de que em muitos casos facilita as buscas. Muitos jogos de Master System no Brasil, por exemplo, tinham caixas frágeis, de papelão, poucos tem bom estado, muitos só tem o cartucho – não somente aqui como em outros países também – alguns tem jogos incompletos, porém totalmente funcionais.

Mas se você já se decidiu em todos os aspectos acima, então a próxima questão é, o que você quer colecionar? No meu caso, coleciono jogos que eu curto, principalmente para consoles da Sony, nunca sequer cogitei em ter todos, ou comprar por comprar, mas isso é a minha opinião.

Você pode ser fã de jogos de Atari, Mega-Drive, Master System, consoles que jogou na infância, não os possui mais e quer comprar os jogos que jogou naquela época, ou pode querer todos os títulos do 3DO, ou ainda títulos de survival horror. Então foque-se no que deseja colecionar e não saia comprando por comprar. Afinal, você pode em uma dessas usar o dinheiro que depois vai fazer falta para algo que realmente queira.

01

Agora já decidiu o que vai ser o foco da coleção? Então vamos dar algumas dicas: primeiro, nunca pense que você jamais vai achar determinado título, por isso você tem que comprá-lo hoje. Isso raramente é verdade, exceto edições de colecionador, geralmente limitadas e caras, ou jogos de edição limitada como os da Limited Run Games, site americano especializados em cópias limitadas para Playstation 4, Vita, PC’s e recentemente para o Switch, porém todos os títulos da empresa existem via download na PSN por exemplo, ou mesmo cópias físicas no oriente ou Europa, como nenhum dos consoles citados possui trava de região, você pode achar os jogos em outra área em muitos casos. Logo saiba, se você achar que ficará apertado ao comprar determinado título em um mês, mas não quer perde-lo, saiba, cedo ou tarde você vai se deparar com ele de novo, talvez por mais ou por menos, porém você pode estar mais aliviado nesse segundo encontro, ou no terceiro…

Outro ponto, muito cuidado onde compra, mais ainda se for online, em primeiro lugar existem muitos dos chamados scalpers, que conseguem títulos muito aguardados e vendem por valores muito acima do que os adquiriram, já vi casos de pessoas que compraram um jogo por 29 dólares, porém antes mesmo de obter o jogo pelo correio já os vendia por 200 dólares no Ebay. Vale pagar isso tudo se não conseguiu? Bem varia de pessoa para pessoa e jogo para jogo, até quanto você iria para adquirir tal título somente você pode saber, na minha opinião quase nenhum jogo vale esse valor. Mas cada um pensa de um jeito.

Em sites como Mercado Livre, você pode achar de tudo, por todos os preços, achou algo que quer, preço bom. Ok, primeiro, é cilada? Não pagar alto por um jogo é uma coisa, agora pagar cem reais por um Rule of Rose de Playstation 2 que dificilmente se acha por menos de mil reais é outra coisa estranha. Logo pé atrás com negócios da Índia, a única forma disso dar certo para você, é a pessoa não fazer ideia do que possuí e por isso o valor, eu considero antiético de quem compra aceitar essa transação caso saiba o valor real, porém o fato é, a probabilidade de você receber um jogo pirata, que não esteja funcionando direito, ou simplesmente não receber nada é muito grande. Logo atente-se o mundo é capitalista, essa é a realidade, ninguém vai perder dinheiro para vender mais barato para você, se todos os jogos estão trezentos reais em média, porém um está a cem reais, ou menos, fique com o pé atrás.tumblr_nti5bhsWt91rzhs5zo8_1280

Tanto Ebay quanto Mercado Livre trabalham com sistema de reputações, só compre de vendedores altamente avaliados, com muitas vendas, sempre tire todas dúvidas, é original? Na caixa e com manual? Em perfeito estado? Os vendedores vão sempre responder, você também pode pedir desconto, porém com bom-senso, se o vendedor pede quinhentos reais por um jogo, não fará por duzentos para você. Não adianta nada postar mensagem falando que é caro, que você viu por menos, se viu por que não comprou? O produto é dele e ele vende por quanto achar justo, se você acha caro, pode cedo ou tarde alguém pagar o valor dele, o melhor em casos assim é ficar visitando o anúncio de tempos em tempos, se ele não vender e precisar da grana, o preço vai cair sempre. Já vi ocorrer diversas vezes.

Você ou algum parente vai viajar para fora do país? Procure lojas de jogos antigos, sem esquecer que é possível dependendo do que você colecione que nem tudo funcione no seu aparelho, alguns que não possuem trava de região são o Playstation 3, o Vita, o Playstation 4, o X-Box One, os PC’s obviamente e mais recentemente o Nintendo Switch. Mas você pergunta é cem por cento certo? Bem para esses citados existem raríssimas exceções, como Persona 4 Arena para PS3, porém são casos isolados, sendo extremamente improvável você pegar um que não rode na sua casa. Existem outros consoles region free, como Atari 2600, 3DO, Jaguar, Game Gear entre outros, logo vale uma pesquisa caso queira jogos de consoles mais alternativos, porém se quer títulos de Playstation 2, Playstation 1, X-Box Original, 360, por exemplo, o Europeu não funciona em consoles americanos bloqueados, ou vice versa, o mesmo vale para jogos japoneses. Você até pode desbloquear o mesmo, liberando jogos de qualquer região, porém não recomendo, a menos que você tenha dois modelos iguais. Vale lembrar que videogames como Mega-Drive, Super Nintendo e outros que funcionam com cartuchos, os mesmos não pegam sem retirar a trava, já que o formato deles é diferente entre regiões, porém quando retirada a trava, eles rodam normalmente. Por fim, qualquer sistema comprado no Brasil em lojas oficiais, será sempre cem por cento compatível com o norte-americano.

Espero ter ajudado a quem quiser começar nesse mundo de colecionismo, não se esqueçam de nos seguir nas nossas redes sociais no Facebook e no Instagram, em breve teremos muito mais surpresas para vocês, continuem fazendo parte das aventuras no Multiverso Mais, o mais novo portal nerd do país, vocês não se arrependerão!!Leia também:

O coração dos jogos: Enredo/História

Comentários