Circuito Desafiante: YoDa fala sobre Submarino Stars e seus planos para o futuro

Após a vitória do Submarino Stars na Série de Promoção para o Circuito Desafiante, o Multiverso+ entrevistou o Streamer e Mid laner da equipe, Felipe “YoDa” Noronha.

Ao lado da Submarino, YoDa foi um dos principais idealizadores do projeto que agrupou alguns streamers famosos da Twitch em um time, com o objetivo de mostrar os bastidores de uma equipe profissional de League of Legends. Confira abaixo como foi a entrevista.

Qual o sentimento de subir um time do zero para o Circuito Desafiante?

É um sentimento de nostalgia. Fiz algo parecido no início da minha carreira, mas na época ninguém me conhecia ainda. Quando surgiu o projeto Submarino Stars, sabia que seria um desafio começar tudo de novo, do zero, após ter vencido o campeonato brasileiro no passado. Reviver tudo agora, só que em outro contexto, me deixa muito feliz e me permite reviver sensações sob outro prisma e com novas expectativas.

Enquanto você jogava ao lado do Blury, você relembrou os tempos de IMP em algum momento?

Sim, sem dúvida nenhuma. Nos conhecemos há muito tempo e jogar ao lado dele agora é bem diferente e divertido. A gente até brincava em “jogadas da imp” quando a gente fazia algo junto dentro de jogo.

Quais seus planos para o futuro, visto que você declarou que caso vencesse não seguiria com o time?

No momento estou muito feliz e só quero comemorar essa conquista.

Em algum momento bateu saudades da vida de Proplayer? Voltaria para o CBLoL se recebesse uma boa proposta?

Sempre bate saudade. Vivi uma história bacana lá. Já recebi duas propostas para voltar, mas atualmente é inviável por causa dos projetos que tenho como prioridade para esse ano. Além do mais, o Submarino Stars é um projeto que estou adorando participar e pretendo permanecer na equipe por um tempo.

Ao seu ver, qual foi a maior dificuldade do time durante o campeonato?

Todas as etapas de League of Legends são muito difíceis e disputadas. Já vivenciei diversas histórias e sensações dentro do campeonato. Dessa vez, meu maior desafio foi, sem dúvidas, ensinar tudo o que aprendi ao longo dos últimos anos para os outros streamers da equipe, que não tinham experiência em competitivo. Tive apenas dois meses para compartilhar minha experiência com eles. Mas no final tudo deu certo e conseguimos entregar o que prometemos: vencer o Torneio de Acesso e conseguir entrar para o Circuito Desafiante.


Com as equipes já definidas, o Circuito Desafiante retorna em julho. Fique ligado no Multiverso+ para mais informações.

Comentários