Cabu: "Eu sempre tive vontade de liderar um time…"

Quando a RED Canids anunciou a contratação de Victor “Cabu” Oliveira para disputar o primeiro split do CBLoL 2018, muitos acreditavam que o jogador não tinha nível suficiente para substituir o bi-campeão brasileiro Hugo “Dioud” Padioleau (que recentemente foi anunciado como novo Suporte da paiN Gaming). Cabu conseguiu mostrar o contrário e se provou ser um dos melhores Suportes do cenário brasileiro nos dias atuais. Agora, o jogador se encontra na Ilha da Macacada Gaming, que conseguiu o seu espaço na elite após derrotar o Flamengo eSports na final da primeira etapa do Circuitão 2018. Com exclusividade, o Multiverso+ conversou com o Suporte sobre essa nova etapa da sua carreia.

Durante o seu anúncio na IDM Gaming, Cabu foi apresentado como o “cara” que vai exercer a função de líder entre os jogadores. “Por enquanto ainda está sendo novo, mas eu sempre tive vontade de liderar um time, e também acho que isso vai ser muito bom para minha carreira como profissional. Apesar de ser muita responsabilidade, isso faz com que eu tenha que melhorar cada vez mais para poder passar tudo que eu aprendo para o time“, respondeu o jogador lhe foi perguntado como está sendo desempenhar esse papel tão importante dentro da equipe.

cabu-red
Victor “Cabu” Oliveira durante o seu último desafio atuando pela RED Canids (que na época era patrocinada pelo Corinthians, clube paulista de futebol). Cabu jogou pela equipe durante todo o primeiro split e mesmo a RED garantindo a 2ª colocação na tabela durante a fase de grupos, não conseguiu vencer a Vivo Keyd na escalada (Foto: Divulgação/Riot Games)

A Ilha da Macacada Gaming é um clube oriundo de um grupo no Facebook que conta com mais de um milhão de membros. É normal de um jogador sentir algum tipo de pressão na hora do jogo, ao saber que estará representando uma torcida tão grande, mas quando questionado em relação a isso, Cabu respondeu que não acredita que vá existir pressão alguma durante as partidas.

Victor “Cabu” já pode não ser considerado um novato no CBLoL. Além da sua recente passagem pela RED Canids no último split, o jogador também fez parte da campanha do Remo Brave e-Sports durante a primeira etapa da competição em 2017, ao lado de figuras como Alanderson “4LaN” Meireles e Danniel “Evrot” Franco, além dos seus atuais companheiros de equipe Matheus “Sarkis” Guimarães e Erick “Erickão” Cardoso. Dando continuidade a entrevista, perguntamos ao jogador sobre os conhecimentos adquiridos durante a sua passagem pela RED na última temporada:

Eu aprendi a callar melhor, ser mais calmo dentro do jogo e também a rodar o mapa melhor“, pontuou Cabu.

cabu-brave
Cabu nos estúdios do CBLoL no dia 12 de março de 2017. No mesmo dia, a Remo Brave eSports foi rebaixada da elite do LoL Brasileiro após cair diante da paiN Gaming por 2-0 na série. O time conquistou a vaga na disputa após vencer o Team Genesis por 3-0 na final da segunda etapa do Desafiante em 2016 (Foto: Divulgação/Riot Games)

Levando em consideração o seu atual momento como pro player, perguntamos ao Cabu se ele considera que está em sua melhor fase como jogador e ele respondeu: “Com certeza. Na RED, aprendi muitas coisas que eu vou levar para minha vida como profissional e que vai me agregar não só dentro do jogo mas também fora dele“.

O CBLoL começa no próximo sábado (9) mas a Ilha da Macacada Gaming só estreia no domingo (10), ás 15h, contra o Flamengo eSports, companheiro de final do time na última etapa do Circuito Desafiante 2018. Finalizamos a conversa inteirando-se da opinião de Victor sobre qual time ele considera mais forte no momento. “Sinceramente eu não sei. Os times estão muitos equilibrados e na minha cabeça não existe aquele time que esteja mais forte do que os outros“, declarou o jogador.


Ilha da Macacada Gaming

Gustavo “Name” Rodrigues (Topo)
Matheus “Fitz” Cayres (Topo)
Marcos “Cariok” Oliveira (Selva)
Ruan “Anyyy” Silva (Meio)
Matheus “Sarkis” Guimarães (Atirador)
Victor “Cabu” Oliveira (Suporte)
Yan “Damage” Sales (Suporte)

Erick “Erickão” Cardoso (Head Coach)


Pré-CBLoL
INTZ: Tay: “Sempre que mudei de role nunca tive tanto apoio assim…”
Flamengo eSports: Goku: “Novos ares fazem bem a qualquer atleta, seja ele eletrônico ou não…”


Comentários
+ posts