Free Fire: Flamengo é o destaque do fim de semana da LBFF

A segunda semana da Série A da Liga Brasileira de Free Fire (LBFF) contou com a grande ascensão da equipe do Flamengo B4. O time que começou o fim de semana na 15º colocação, teve uma atuação de gala, com 3 Booyah!, sendo 2 no sábado e 1 no domingo. Dessa forma, assumindo a liderança da competição e quebrando os recordes de pontuação e abates em um dia de LBFF. 

A equipe liderada por Matheus “Modestia”, se recuperou dos apáticos resultados da primeira semana. Nesta, o time conseguiu impor seu jogo e terminou a quarta rodada na liderança. O top 10 ficou então com Flamengo B4, FURIA, Team Liquid, Black Dragons, Santos, SS, LOUD, paiN Gaming, GOD e Fear.

Inconstância da LOUD

“Eu acho que a LOUD não errou em contratar dois precisos e substituir o Will (que faz o papel de rush). Eles só estão com um pouco de dificuldade para se adaptar, inclusive o Brabox. Ele é muito bom no rush e foi assim que ele conseguiu a maior parte dos abates deles na LBFF e na C.O.P.A. Free Fire, o que significa que ele pode substituir muito bem o Will. Dois precisos pode funcionar, assim como funcionou na Vivo Keyd, né? Na primeira etapa da LBFF, que eles foram vice-campeões, foi com um jogo em volta de dois precisos. A estratégia pode funcionar na LOUD, basta o jogo encaixar”, comentou o ex-jogador da FÚRIA e analista Marcos Paulo “Solotov”, sobre a contratação de Pedro “Brabox”, Ariano “Kronos” e a exclusão do Will no time da LOUD.

No entanto, mesmo com as duas adições, a equipe da LOUD não está conseguindo manter resultados sólidos. No fim de semana, apesar do BOOYAH na última queda do domingo, a equipe também sofreu com algumas quedas ruins que impediram uma melhor colocação na tabela.

Constância da paiN

Enquanto isso, a constância parece ser uma característica do time da paiN, que vem conseguindo abates e se manter viva nas quedas. 

“Começar a temporada mantendo a constância é algo muito bem, assim como disparar na pontuação logo de cara. A paiN é um time muito forte, a gente já conhece o estilo de jogo dos meninos, eles são um time que, além de se posicionar bem e contestar algumas calls adversárias, eles também somam bastante kills durante a partida. Não acho que vai ser fácil manter a regularidade e a constância na temporada atual, mas o time da paiN já vai elevando a sua moral”, pontuou Daniel Pfonn, analista e ex-jogador da Red Kalunga, sobre a regularidade do elenco da paiN.

Vivo Keyd respira

Completando a tabela, aparecem Cruzeiro, Red Kalunga, Corinthians, Vivo Keyd, Los Grandes, KaBuM, INTZ e NEWx na lanterna. Os destaques da parte de baixo da tabela ficam por parte da KaBuM que conseguiu um BOOYAH no domingo e a Vivo Keyd que mostrou sinais de vida com a conquista de uma dobradinha no sábado.

Classificação

A Série A da LBFF reúne as 18 melhores equipes do Free Fire nacional e conta com uma premiação total de RS$ 100.000. Durante os dias de jogos, acontecem 6 quedas entre os mapas Purgatório, Bermuda e Kalahari.

A LBFF é realizada totalmente online e é transmitida nos canais da Free Fire Brasil no Youtube e na BOOYAH!, plataforma de streaming da Garena.

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter.

Leia também:

Copa Nobru: Faz o P vence torneio de Free Fire e HYPE fica em segundo

Dota 2: Quincy Crew conquista a ESL One Thailand

LoL: Samira é a nova campeã

Comentários