CBLoL 2020: INTZ revela nova forma de trabalhar com asiáticos

Após vitória da INTZ em partida contra a KaBuM neste sábado (01) em partida pelo Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL), o jogador micaO dividiu com a imprensa uma nova abordagem que o time está fazendo para integrar seu primeiro jogador asiático, o chinês Tianci.

Jogadores estrangeiros e o CBLoL

Até o momento, todos os times brasileiros buscaram deixar seus integrantes estrangeiros o mais confortáveis possível com tradutores ou pisando em território neutro com a língua inglesa. Estas técnicas de comunicação já se provaram muito boas com alguns times, como podemos ver o vitorioso Flamengo na etapa anterior com 4 estrangeiros. Porém, também atrapalhou muito a comunicação e assim o desempenho de outras organizações, como foi o caso da CNB de 2017 com um técnico inglês e um jogador dinamarquês e da RedCanids em 2018 com dois jogadores coreanos e um técnico americano.

Há também a possibilidade de escalar jogadores de idiomas “primos” ao português brasileiro, como o espanhol ou o português de Portugal. Dessa forma, as organizações buscaram minimizar a barreira idiomática, pois há palavras similares nas duas línguas. Deste modo, fica mais fácil aproximar o estrangeiro do linguajar dos jogadores brasileiros. É assim inclusive que a Prodigy Esports está fazendo atualmente com o chileno Aloned em sua escalação.

O inglês é o idioma universal e os jogadores brasileiros estão cada vez mais capacitados para trabalhar com ele. Porém, culturalmente os povos asiáticos não dão ênfase ao ensino do inglês nas escolas e muitos jogadores não buscam aperfeiçoa-lo após sua profissionalização nos e-sports.

Nova abordagem da INTZ

A nova contratação da INTZ, o chinês Tianci, é um exemplo de jogador que não possui um nível de inglês muito avançado. Contudo, ele demonstrou interesse em aprender português.

Como o jogador já precisaria lidar com um idioma com o qual não é familiarizado e mostrou disposição para encarar o português, a organização pensou que seria vantajoso seguir a vontade de Tianci e focar no idioma nativo dos demais jogadores.

“Estamos com um approach (uma abordagem) diferente. Não queremos falar inglês, mas sim ensinar português pra ele. É algo mais a longo prazo, mas ele vai aprender”, afirmou micaO.

intz shini micaoTianci está tendo aulas particulares de português com o tradutor da equipe. E conforme micaO demonstrou na entrevista, os intrépidos estão confiantes com a nova abordagem e estão cientes de que ela não é uma solução rápida, mas sim um projeto de longo prazo.

A INTZ joga novamente amanhã (02) as 13h contra os guerreiros da Keyd, que acabaram de conquistar sua primeira vitória no campeonato contra a paiN. As partidas poderão ser assistidas ao vivo nos canais oficiais da Riot Games da Twitch e do YouTube.

Leia mais sobre a Primeira Etapa do CBLoL 2020 clicando aqui.

Comentários