The Mandalorian: 2ª Temporada – Crítica com Spoilers

Primeiramente, é bom lembrar que não é porque estamos sem cinema, que esse ano não temos Star Wars. The Mandalorian, a série live action de uma das maiores franquias do cinema, chega a sua 2ª Temporada na Disney+.

Continuando a trama da primeira temporada, o nosso protagonista e sua criança enfrentam novos perigos e velhos inimigos nessa nova temporada.

!Aviso! Essa crítica contém spoilers da primeira temporada, e alguns spoilers da segunda temporada

E como começamos essa temporada?

Bem, como dito essa temporada começa pouquíssimo tempo depois do fim da anterior.

The Mandalorian terminou sua primeira com o nosso mandaloriano Din Djarin (Pedro Pascal), conseguindo manter a Criança (o “baby Yoda”) segura de Moff Gideon (Giancarlo Esposito), que mobilizou tropas de stormtroppers para poder capturar o pequeno jedi.

Sendo então incumbido de encontrar outros Jedi para reunir a Criança com os seus, Din Djarin começa esta segunda temporada em sua busca pela localização dos Jedi, e para isso ele decide buscar a ajuda de outros mandalorianos.

É basicamente assim que começa a segunda temporada.

Hm… e como se desenvolve a história?

Na questão do roteiro, caro leitor(a), a série desenvolve e cresce muito bem.

Entretanto, nesta temporada a história não fica apenas dentro de si como foi a primeira, tendo agora a ligação maior entre os personagens de The Mandalorian e o restante do universo Star Wars.

Essa ligação foi feita com a inserção de personagens icônicos da franquia, sendo já no primeiro capítulo a inserção do primeiro mandaloriano da franquia: Boba Fett.

Juntamente com o Boba Fett mais quatro grandes personagens da franquia aparecem e tem uma participação ativa (e importante) na série, sendo dois personagens vindo de filmes e dois vindo da série animada The Clone Wars.

The Mandalorian' | Season Finale | Enfim temos o "Star Wars" da nova geração | CinePOP

OPA! Boba Fett apareceu? E quem são os outros quatro?

Antes de mais nada, calma e respira. rsrsrs

Boba Fett é apresentado em The Mandalorian logo no final do primeiro capítulo desta temporada como quase uma cena pós crédito, porém só vem a ter participação ativa na série a partir do sexto capítulo.

A segunda personagem da franquia a ser inserida é a mandaloriana Bo-Katan (Katee Sackhoff), que vem da série animada The Clone Wars, e teve depois um papel importante na série animada Rebels. Ela aparece em The Mandalorian no terceiro capítulo, e volta para ajudar Din Djarin no conflito final da temporada.

A terceira personagem a aparecer, e provavelmente a que mais fez barulho na internet, foi a já icônica Ahsoka Tano (Rosário Dawnson), uma das protagonistas de The Clone Wars, onde foi apresentada como a aprendiz de Anakin Skywalker. Assim como Bo-Katan, Ahsoka também tem um papel importante na série animada Rebels.

E os dois outros… bem, vamos voltar neles depois quando falarmos do último capítulo.

The Mandalorian review | season 2 episode 5 recap The Jedi - Radio Times

Mas o que personagens tão importantes estão fazendo em The Mandalorian?

Essa é uma pergunta bem importante.

A série The Mandalorian fez muito sucesso com o público geral e com os fãs da franquia Star Wars, e por isso a Disney decidiu apostar mais nessa série. A presença de personagens de peso como esses (e olha que nem falei dos dois últimos a aparecer) traz mais atenção ainda para a série.

Além disso, tanto Ahsoka quanto Boba Fett são personagens que terão séries próprias, e a segunda temporada de Mandalorian serviu para introduzir, ou reintroduzir, esses personagens para o grande público.

Porém, é bom dizer que especificamente entre esses dois personagens, o Boba Fett tem mais peso e presença na série, tendo a Ahsoka aparecido apenas em um episódio. Um bom episódio, diga-se de passagem, porém ela teve uma participação mais passageira.

Entendi. E como ficou a temporada no fim das contas?

Antes de mais nada é bom deixar claro que a segunda temporada de The Mandalorian não deve em nada à primeira.

A produção da série continua incrível, comparável a produções cinematográficas (em alguns acasos até maior). Com um figuro, cenário, maquiagem e o uso de efeitos práticos e computadorizados, essa temporada está tão boa quanto a anterior.

Se tem um ponto em que podemos dizer que a série tem que diferencia as temporadas é o roteiro. Em geral é tudo muito bem desenvolvido, e no fim a série acaba sem furos, mas algumas conexões feitas nessa temporada podem vir a ser um problema nas próximas temporadas.

Como assim?

Durante o desenrolar da trama do Moff Gideon e o porque ele tanto quer a Criança (que descobrimos que seu nome é Grogu): o objetivo dos remanescentes do Império é criar clones com Midi-chlorians, que são os micro-organismos que no universo Star Wars são a principal conexão das formas de vida com a Força.

Essa trama conecta a série com dois pontos muito baixos da franquia Star Wars:

  1. A citação dos Midi-chlorians conecta diretamente com a trilogia prequel (Eps I, II e III)
  2. O objetivo de se fazer clones com os Midi-chlorians conecta indiretamente com o Snoke da trilogia sequel, mais precisamente com o desastre que é o episódio IX, Ascensão Skywalker.

Tanto os Midi-chlorians quanto o Snoke são pontos críticos na franquia Star Wars, e que muitos fãs fazem questão de esquecer que eles existem.

Do mesmo modo que os fãs não gostam desses dois pontos, dentro da Lucas Films e da Disney são pontos muito mal visto por causa da reação do público mais fiel à franquia. Principalmente em relação aos Midi-chlorians, que foi um assunto que em Rebels, série herdeira de Clone Wars, foi feito um esforço para ser deixado de lado.

Trazer esses dois assuntos para The Mandalorian, que é visto pela fanbase como um dos, senão o, ponto mais positivo das produções live action da franquia, pode ter um retorno negativo se forem muito aprofundados em outras temporadas.

Mas porque esses tais de Midi-chlorians são tão polêmicos?

Bem, esse é um assunto muito extenso, mas explicando rápido: os fãs da franquia desgostam da existência dos Midi-chlorians como uma conexão biológica com a Força pois isso tirou muito do teor místico/religioso que a Força e os Jedi/Sith tinham durante a trilogia clássica (Eps IV, V e VI). Seria como dar uma explicação científica ao que era místico/religioso, e a fanbase reagiu muito mal a isso.

Where you've seen The Mandalorian's Dr. Pershing before

Bem, ok né. E no fim…?

No fim a segunda temporada de The Mandalorian conclui muito bem a história da Criança (Grogu).

No oitavo, e último, capítulo da temporada os nossos heróis são emboscados pelas forças de Moff Gideon, porém são salvos por causa de um dos, senão o, mais importante personagem da franquia: Luke Skywalker chega para salvar o dia, junto do seu inseparável R2D2.

O QUÊ!?

Sim caro leitor(a), Luke Skywalker (Mark Hamill digital) faz sua aparição na série no momento de maior necessidade dos nossos heróis.

Agora explicando rápido: na busca de encontrar os Jedi, Ahsoka diz para Din Djarin e Grogu irem num antigo templo Jedi, onde lá, através da Força, Grogu faria contato com um Mestre Jedi. Porém no meio do contato Grogu é capturado pelos droides Dark Troppers de Moff Gideon, o que leva os dois últimos capítulos da temporada em uma preparação e ataque ao cruzador imperial do vilão.

E no fim, quando o grupo de resgate formados por Din Djarin, Bo-Katan, Boba Fett, Cara Dune (Gina Carano), Fennec Shand (Ming-Na Wen), e a guarda da Bo-Katan estava encurralado pelos Dark Tropper, Luke responde (atrasado) o chamado de Grogu, e salva todos.

The Mandalorian: Temporada termina com Incrível Participação Especial

Nossa… incrível.

Sim, de fato.

No fim a segunda temporada marca o fim das aventuras da dupla Din Djarin e Grogu, sendo muito provável que a partir da próxima temporada será abordada mais a questão de Mandalore, já que Din Djarin agora é o detentor do sabre negro, símbolo de poder do trono mandaloriano.

Todos os capítulos dessa temporada são no mínimo ótimos, tendo apenas alguns que deixam de desejar em quesitos específicos por causa da variação de diretores. Por exemplo, o ótimo capítulo 5 onde aparece a Ahsoka carece de uma boa coreografia nas lutas. Tirando apenas isso, o capítulo é um deleite para os fãs.

Assim, nada mais justo do que dar para a 2ª temporada de The Mandalorian uma nota 9,8/10 na escala Multiverso+ de qualidade. Esses 0,2 só foram tirados por causa dos pontos apontados, o que não vai atrapalhar em nada quando você, caro leitor, assistir, mas que incomodam por estarem lá.

Enfim, e o que você achou da 2ª temporada de The Mandalorian? Escreva nos comentários sua opinião, e para mais notícias e críticas de cinema e séries siga o Multiverso+ nas redes sociais.

Facebook

Instagram

Twitter

 

Racionais MCS ganham documentário especial na Netflix

Cidade Invisível: Netflix libera teaser e primeiras imagens da série

10 horas Para o Natal: Crítica com spoilers

Comentários

Gustavo Nunes

Um historiador por profissão, que ama cinema e televisão e escreve por diversão.