Dota 2: Binomistas e Crewmates vencem nas ligas regionais

Terminou neste domingo (26) a segunda semana das ligas regionais, assim as equipes brasileiras mostraram recuperação, com vitórias de Crewmates e Binomistas, em relação à primeira semana. A vida das equipes brasileiras da segunda divisão melhorou, no entanto, a SG voltou a perder e se complicou. Além disso, NoPing de William “hFn” e Level Up de Leonardo “RdO” também venceram e se mostram como potências em suas divisões. Assim, a semana fechou com saldo positvo para os brasileiros com vitórias de Binomistas, Crewmates, NoPing, Quincy Crew e Level Up.

América do Sul

Primeiramente, a Thunder Predator abriu a semana batendo a Unknown por 2-0 e fechou a semana com uma difícil vitória de 2-1 contra a SG. Dessa forma, a equipe sensação da ONE Singapore Major, vê sua participação no The International 10 ficar cada vez mais perto. Por outro lado, a luz amarela acende para os brasileiros, que se complicaram na tabela e figuram na parte de baixo da tabela. Enquanto isso, NoPing e Beastcoast venceram com tranquilidade Hokori e Infinity e junto da TP, parecem ser as principais potências da região.

A SG volta a jogar nos dias 28 e 1 contra Infamous às 16:00 BRT e Infinity às 19:00 BRT. Enquanto a NoPing de hFn, joga dia 28 às 19:00 BRT contra a Infinity.

SG perde mais uma vez e se complica na primeira divisão – Reprodução/Dota 2

Pela segunda divisão, a Incubus de Kaue “Dunha1” abriu a semana ganhando de 2-1 da EgoBoys, no entanto fechou a semana perdendo para a Gorillaz-Pride de Emilano “c4t” por 2-0. Em seguida, a Binomistas venceu a Latam Defenders por 2-1 e assumiu a liderança junto da G-Pride. Assim, a equipe brasileira mostra que vai brigar mais uma vez pelo acesso. Por outro lado, a Crewmates venceu a Inverse por 2-0, se recuperando da semana anterior e mostrando que pode acabar se juntando na briga pelo acesso.

Dessa forma, os brasileiros da Binomistas vão tentar manter a boa fase contra a Inverse no dia 26 às 16:00 BRT. Enquanto a Crewmates vai ter 2 compromissos nesta semana, dia 29 às 13:00 BRT contra a Inverse e dia 1 às 13:00 BRT contra a Incubus.

Binomistas e Crewmates figuram na parte de cima da tabela – Reprodução/Dota 2

América do Norte

Pela região norte americana, todos os confrontos da semana terminaram em 2-0. Assim, a Quincy Crew de Rodrigo Lelis superou a Black n Yellow, com uma suada vitória em 63 minutos contra mega creeps e depois sem problemas, fechando o jogo em 16 minutos. Undying e Evil Geniuses venceram sem maiores problemas seus confrontos contra simply TOOBASED e 4 Zoomers. 4Z que havia vencido a Cut e estava na caça de QC, EG e UND, no entanto acabou ficando para trás.

Lelis e a Quincy Crew voltam a jogar dia 2 às 16:00 BRT contra a Cut.

Reprodução/Dota 2

Europa

A região europeia se mostrou mais uma vez ser a mais equilibrada e disputada das ligas regionais. Assim, a equipe da Alliance surpreendeu ao vencer tanto a OG quanto a Nigma por 2-1, protagonizando os dois melhores confrontos da semana e ainda se mantendo invicta e na liderança. Enquanto isso, a Secret se recuperou da derrota na última semana ao superar Hellbear Smashers e Tundra por 2-1. Dessa forma, a equipe de Clement “Puppey” acompanha de perto a líder [A] e ainda sonha em manter sua hegemonia na divisão. Além disso, a Liquid se sobressaiu contra a Nigma, acendendo um alerta amarelo no time de Kuro “.

Reprodução/Dota 2

Já pela segunda divisão, a Level Up de RdO venceu sem dificuldades a Bald Reborn por 2-0. Dessa forma, se recuperando do revés sofrido para a Viking na semana anterior. Assim, a equipe começa a sonhar em brigar pelo acesso. Suas principais concorrentes no momento são a Viking que ainda não perdeu e está 3-0, a Chicken Fighters e Ghost Frogs que também estão invictas, no entanto estão 2-0.

Reprodução/Dota 2

Leste europeu

No leste europeu, a Na’Vi abriu a semana vencendo a Extremum por 2-0 e fechou derrotando a Mônaco Gambit por 2-0, assim se recuperando da derrota da última semana. Enquanto isso, a Virtus.Pro continua sua busca em manter a sua hegemonia na divisão, a vítima da vez foi a PuckChamp, que foi atropelada por 2-0. Por fim, a Spirit venceu a Winstrike por 2-1, se consolidando de vez como uma das potências da divisão.

Reprodução/Dota 2

China

Mais uma vez, a região chinesa contou apenas com 3 confrontos na semana de abertura, já que as equipes que participaram da ONE Singapore Major tiveram duas semanas de recesso. Dessa forma, a Sparking Arrow foi derrotada pela Elephant e EHome por 2-0, se tornando a principal candidata ao rebaixamento. Por fim, a Royal Never Give Up venceu a Elephant por 2-0. Assim, Elephant, EHome e RNG terminaram o período de recesso com 2-1, agora é saber como estão Invictus Gaming, Vici Gaming, Aster e PSG.LGD, já que fazem suas estreias nesta semana.

Reprodução/Dota 2

Sudeste asiático

No sudeste asiático Fnatic e Neon fizeram suas estreias. No entanto, a TNC foi quem teve todo o destaque da semana. Uma vez que venceu a Omega por 2-0 e mais tarde a própria Neon por 2-1, assumindo a liderança de forma invicta. A Neon venceu a Boom por 2-0 na sua estreia, enquanto a Fnatic foi surpreendida pela Execration por 2-0. Por fim, a T1 venceu a Lilgun por 2-0, se recuperando da derrota da semana passada.

Reprodução/Dota 2

E para ficar por dentro de todas as novidades de jogos, música, filmes e séries, acompanhe o Multiverso+ nas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Quer ver o seu conteúdo aqui no M+? Se inscreva em nosso banco de talentos e faça parte da equipe mais incrível que a internet já viu! Não perca tempo, clique aqui e faça parte você também!

Leia também:

Série Olímpica Virtual: Evento acontecerá em Tóquio

MSI 2021: paiN embarca para torneio na Islândia

GWENT: Torneio GWENT OPEN chega neste fim de semana

VCTBR2: SLICK e INGAMING avançam para a Final Challengers

Comentários

Apaixonado/viciado por Dota 2. Grande fã de esports e esportes em geral. Tentando sobreviver ao ano de 2020.
Formado em Comunicação Social pela ESPM-SP

Caio Ryo

Apaixonado/viciado por Dota 2. Grande fã de esports e esportes em geral. Tentando sobreviver ao ano de 2020. Formado em Comunicação Social pela ESPM-SP